PARAÍBA

Deputado apela para que equipe de Transição de Lula tenha um olhar  para o aproveitamento das águas da Transposição no sertão paraibano

Canal da transposição em São José de Piranhas — Foto: ALRN

“Faço um apelo aos meus companheiros de partido que estão tendo uma interlocução direta com a equipe de Transição do governo Lula, porque eu não estou tendo isso, que possam colocar a questão do aproveitamento das águas da Transposição no sertão paraibano em pauta”, disse hoje (29), o deputado estadual Jeová Campos (PT), durante discurso no plenário da ALPB. O parlamentar que não foi candidato a um novo mandato se adiantou e disse que não está disponível no mercado para cargos. “Eu estou disposto a colocar minha experiência, energia, o meu conhecimento e minha devoção por essa temática para estar a serviço do povo da Paraíba”, completou Jeová.

- PUBLICIDADE -

Em sua fala, o parlamentar lembrou que nos próximos dias estará deixando a ALPB, mas, que espera que o deputado Chico Mendes, abrace essa causa que foi recorrente nos três mandatos dele. “Chico ficará aqui para me substituir e apelo a ele para que coloque esse assunto do aproveitamento das águas da Transposição em pauta na próxima legislatura”, disse Jeová.

O deputado falou de sua preocupação pela inexistência de projetos neste sentido no âmbito do governo estadual. “Até hoje, não tem nada que acene para aproveitamento das potencialidades do solo paraibano e do aproveitamento das águas da Transposição do São Francisco, em especial, do entorno do Rio Piranhas. Faço um apelo ao governador João Azevedo que no próximo governo desenvolva projetos de aproveitamento das águas da Transposição, que passam pelo Rio Piranhas, e que hoje só servem para irrigar os bananais do Rio Grande do Norte. Infelizmente, até agora, nada foi feito na Paraíba neste sentido. A Secretaria de Agricultura Familiar do Estado da Paraíba não tem nada planejado e executado neste sentido”, lamentou Jeová.

O parlamentar se colocou à disposição para ajudar, tanto o governo federal quanto estadual, no que for preciso. “Como cidadão, como pessoa conhecedora deste tema, eu não me cansarei de ir à Brasília, com recursos próprios, para ajudar o governo Lula, não assumindo cargos, mas levando o que eu conheço sobre o tema, para que a gente possa consorciar o Governo Federal com o Governo da Paraíba para desenvolver um grande projeto de agricultura familiar” disse ele. Ainda segundo Jeová, a ideia é fortalecer o pequeno produtor que quer produzir, garantindo uma assistência técnica qualificada e o incentivo à agroecologia. “A proposta é dar condições para que o pequeno produtor possa produzir alimentos mais saudáveis, porque não é possível aceitar o crescimento vertiginoso de casos com câncer, muitos dos quais associados ao consumo de alimentos com agrotóxicos”, afirmou ele.

Jeová lembrou que a região de São José de Piranhas também tem um enorme potencial no que diz respeito a projetos de Piscicultura. “A Piscicultura é também um caminho natural de produção de riqueza e São José de Piranhas tem uma enorme capacidade de reserva hídrica de água doce. Na região temos a barragem de Boa Vista com quase 400 milhões de metros cúbicos, a barragem de Engenheiro Ávidos, de Morros e Caiçara”, finalizou Jeová.

Deixe uma resposta