Globo Rural destaca precariedade das estradas de São Gonçalo; Caminhões são rebocados a trator

Por:

Reportagem de Zuila David e Beto Silva, veiculada no programa Globo Rural desta quarta-feira (12) mostrou que as estradas da região de Sousa estão em péssimas condições. Motoristas de caminhões reclamam dos buracos e atoleiros, que dificultam o transporte de coco. O município é o maior produtor do estado.

Dentro do perímetro irrigado de São Gonçalo, há núcleos onde são produzidos, principalmente, coco e banana. Por dia, mais de 30 de caminhões levam as frutas para outras cidades da região e para outros estados.

Confira a matéria:

O perímetro irrigado de São Gonçalo fica no alto sertão da Paraíba e tem mais de cinco mil hectares divididos entre 456 colonos. Dentro desse perímetro existem núcleos onde são produzidos, principalmente, o coco e a banana. Por dia, mais de 30 de caminhões levam as frutas para outras cidades da região e para outros Estados.

O escoamento da produção é feito através de estradas secundarias. É onde está o problema. A maioria das estradas está cheia de buracos e lama. O caminhoneiro Luciano Pereira, que chega a fazer três viagens por mês, disse que quebrar o veículo na estrada é algo que acontece com frequência.

“Eu já virei o caminhão carregado de coco e com os peões em cima. Muitos caminhões saem quebrados. O caminhão atola. Vem o trator para puxar e não puxa”, contou Pereira.

O caminhão, com capacidade para transportar até 27 toneladas de coco, conseguiu chegar. Desse ponto, até os lotes onde são colhidos os cocos e as bananas, apenas caminhões de pequeno porte conseguem passar.

Para os colonos da região, o custo extra com o transporte da produção acaba dando muito prejuízo. “Nosso prejuízo é R$ 0,10 por unidade por causa das estradas”, falou o agricultor Francisco Garcia da Silva.

A equipe de reportagem flagrou uma cena bastante comum pelo lugar: caminhões atolados, retirados por tratores. Segundo Gerlando Linhares, secretário de Infra-Estrutura de Sousa, o trabalho de manutenção das estradas já começou. Existe um projeto de criação de uma rodovia para o perímetro.

“Nós estamos fazendo aqui um trabalho de formiguinha. Tapa um buraco aqui e outro ali. Não temos ainda as condições materiais de fazer um grande trabalho ou uma grande ação no perímetro irrigado de São Gonçalo”, esclareceu.

Levi Dantas

Notícias relacionadas:

Cidades
Paraíba
Política