Ex-prefeito quer oposições unidas em Bonito de Santa Fé

Por:

O ex-prefeito de Bonito de Santa Fé, Jozimar Alves Rocha, lamentou a atual situação do município, segundo ele, constrangedora pela paralisação de obras públicas.  Mazinho afirmou que o pouco feito até agora se deve a projetos que ele conseguiu viabilizar com a aprovação no orçamento federal no último ano de seu governo, citando o exemplo de construções de casas na zona rural e unidades sanitárias que em dois anos ainda estão a passos lentos em construção.

 Segundo o ex-gestor com dois anos de governo ele já tinha impactado a gestão municipal com obras na cidade e no campo, citando como exemplo calçamento de ruas na cidade e no Distrito de Viana, construção de casas populares no distrito, passagens molhadas, açudes de grande estrutura como os construídos nos sítios Cachoeira (ampla reforma), Bongá, Reforma de Pereiros, Cajueiro e Mateus.

Rocha destaca que a atual gestão não construiu nenhuma cacimba para sanar as dificuldades da população rural. Ele argumenta ainda que quando foi prefeito governou com recursos do porte 0.6 no repasse do FPM, bem diferente de agora onde o município recebe recurso no porte de 0.8 de repasse, sem nenhum redutor, que só se ver com nitidez um grande investimento em publicidades, pagando rádios e jornais para publicar um desenvolvimento utópico da cidade. Que sobrevive da publicação de programas e projetos federais, como a SAMU e os ônibus escolares, que assim como vieram para Bonito chegaram também em quase todas as cidades do Brasil.

Sucessão municipal

Mazinho apresenta o nome da Dra. Socorro como pré – candidata a sucessão 2012, mas defende a união das oposições para se buscar o desenvolvimento da cidade.

Lista de sanguessugas

O Ex – gestor promete não deixar que o povo bonitense vote enganado novamente e que antes da eleição municipal vai anunciar uma lista com nomes de pessoas e políticos que colaram na sua gestão como sanguessugas, que o traíram, e estão aptos a trair novamente para continuar a sobreviver das entranhas do poder.

Notícias relacionadas:

Paraíba
Paraíba
Cidades