Historiadora faz homenagem aos 59 anos de Carrapateira e a todos os prefeitos da história do município

Por:

Professora historiadora, Ana Tavares de França.

Neste dia 11 de Dezembro a Cidade de carrapateira comemora seus 59 anos de Emancipação Política, uma data muito importante para todos nós carrapateirenses.

Como Professora historiadora deste Município, eu, Ana Tavares de França, não poderia deixar de trazer a minha homenagem a esta cidade, aos seus filhos e principalmente seus representantes legais.

A ideia de emancipação tem sido discutida e debatida ao longo do século XX, ressaltando a importância da Democracia, muito se discute atualmente a respeito da posição do município em nosso sistema governamental e a participação do povo para a conquista de melhorias sociais.

Em um breve comentário quero trazer sua história: Localizada entre Serras, Carrapateira foi povoada com o intuito de produzir pastos para criação de gado.

No início do século XVIII, por volta de 1770, Francisco Vieira da Silva aqui chegou, oriundo da cidade de Sousa. Ao perceber que as terras possuía uma excelente fertilidade, logo chegaram outras famílias: Pereira e Silva de Catolé do Rocha, Pedrosa do Ceará, Galdino Braz da Silva de São José de Piranhas para ali construir suas moradas.

Como havia uma grande quantidade da planta Ricinus communis, popularmente conhecida como: Mamona, Carrapateira, e também Palma-de-cristo, surgiu do costume local o nome da cidade Carrapateira.

Inicialmente pertencia ao município de São José de Piranhas.

A emancipação política ocorreu em 11 de dezembro de 1961, pelo então Governador Pedro Gondin.

Por ser uma cidade de difícil acesso e estando ladeada de serras, o povoamento foi muito lento. Dada a grande religiosidade local em 1919 foi construída a capela em homenagem a Santo Afonso Maria de Ligório, através dos esforços de Joel Pereira da Silva e do padre Nicolau Leite. O crescimento da cidade se deu em virtude da feira livre criada em 15 de Fevereiro de 1937 e em 1938 foram abertas as primeiras lojas de tecido.

Para o seu progresso político, carrapateira contou com vários gestores guerreiros por excelência, uma vez que cada um destes que ocupou a cadeira na prefeitura deixou um legado para nossa população, não importando aqui as suas dificuldades, uma vez que todos somos passiveis de erros e acertos.

Quero aqui render minhas homenagens a estes homens e MULHER que lutaram e luta por uma Carrapateira melhor.

E apenas como ponto de reflexão, Carrapateira não teve e não tem um desenvolvimento lento, é uma cidade ainda no auge de sua idade que conseguiu desenvolver o comércio e trazer pessoas das localidades mais próximas como São José de Piranhas e Nazarezinho para as grandiosas feiras aos sábados com comercio de carnes, de tecidos e roupas. A ciência comprova que o crescimento de Carrapateira não foi e não é tão pequeno o quanto se possa pensar, somos uma cidade próspera e isso tem alavancado ainda mais com a construção da nossa pavimentação asfáltica que nos trouxe um maior fluxo de pessoas e entrada de mercadorias em Carrapateira, facilitando o assistencialismo e o desenvolvimento do comercio em nossa cidade.

No tocante a política de nossa cidade e as Eleições Municipais para a gestão da Prefeitura de Carrapateira, quero aqui dizer a cada um dos eleitos, Prefeitos e vice-prefeitos que fizeram e fazem parte de nossa História política o meu muito obrigado por darem continuidade a Democracia emancipativa do nosso Município.

José Cavalcante (prefeito de São José de Piranhas que governou Carrapateira quando Distrito).

José Batista Sobrinho (Prefeito interino 1961 à 1962).

Mozart Dantas de Oliveira – Francisco de Assis Delfino. (Primeiro prefeito e vice-prefeito eleitos constitucionalmente neste Município, 1962 à 1966, ambos in memória.

Partindo destes, seguem as gestões:

Francisco Gomes Pedrosa (1966 à 1970), Joel Pereira de Menezes (1970 à 1974), José Pedrosa-vice Prefeito Agenor França (1974 à 1977), José Cavalcante das Silva (1977 à 1983), Antônio Galdino (1983 à 1989 – 1993), José Alexandre Alves (1989 à 1993), Agustinho Batista Mendes (1997 à 2004), José Ardison Pereira (2005 á 2008 – 2009 à 2012), André Pedrosa Alves (2013 à 2016), Marineidia da Silva Pereira (2017 à 2020), Prefeita reeleita neste pleito de 2020).

Veja galeria dos prefeitos abaixo:

Parabéns Carrapateira! Que a esperança por dias melhores nunca se apague da memória dos vossos filhos.

Carrapateira: Aqui é meu lugar!

Orgulho de ser carrapateirense.

.

Por: Ana Tavares de França
Professora historiadora

Notícias relacionadas:

Cidades
Paraíba
Paraíba