Morre piranhense que travou guerra contra doença rara; corpo foi sepultado em Carrapateira

Por:

O corpo de José de Elson foi sepultado no cemitério da cidade de Carrapateira.

Morreu na manhã do último domingo (11), Francisco Alves , o “José de Elson”, aos 33 anos, depois de uma longa guerra contra uma doença rara no Brasil, chamada de esclerose múltipla colateral. Ele morava no Sítio Picada dos Ferreiras, município de São José de Piranhas, e lutava conta a doença há 5 anos. O corpo foi sepultado por volta das 17h00 dessa segunda-feira (12), no cemitério municipal de Carrapateira.

Segundo relatos feitos ao Radar Sertanejo, mesmo sabendo que a doença era irreversível, a morte de José de Elson causou muita comoção.

A morte de José de Elson causou muita comoção.

Esposa: “Eu o amava e continuo amando, ele sempre será meu Jú, a flor do meu jardim, jamais o esquecerei. Amarei para sempre”.

Sogra: “Era considerado como um filho e não como genro. Ele era um filho pra mim que eu não tinha, porque só tive ela de filha. Ele sempre será lembrado por todos nós, amarei e continuo amando ele”.

Sogro: “Gostava muito dele; ele era meu filho, era doente mas nunca reclamou da vida sempre forte e firme na fé dele levando a vida até que chegou a sua reta final, que não esperávamos isto agora”.

Antes do sepultamento ocorreu a missa de corpo presente, e lá estavam familiares e amigos tristes com a notícia que abalou toda a comunidade da Picada dos Ferreiras e sítios circunvizinhos. Depois da santa missa, a esposa de Francisco fez os agradecimentos a todo o povo que ali estava presente.

VEJA GALERIA DE FOTOS ABAIXO

O que é Esclerose múltipla?

A esclerose múltipla é uma doença autoimune que afeta o cérebro, nervos ópticos e a medula espinhal (sistema nervoso central). Isso acontece porque o sistema imunológico do corpo confunde células saudáveis com “intrusas”, e as ataca provocando lesões. O sistema imune do paciente corrói a bainha protetora que cobre os nervos, conhecida como mielina. Os danos à mielina causam interferência na comunicação entre o cérebro, medula espinhal e outras áreas do sistema nervosa central. Esta condição pode resultar na deterioração dos próprios nervos, em um processo potencialmente irreversível.

Radar Sertanejo

Notícias relacionadas:

Curiosidades
Cidades
Radar Flash