Divulgada nova pesquisa para governador da Paraíba

Por:

Nova pesquisa de intenção de voto Correio/Consult na disputa para o Governo do Estado aponta uma diferença de 16,95 pontos de vantagem para o governador José Maranhão, candidato da coligação Paraíba Unida, que aparece com 47,50%. O segundo colocado é o candidato da coligação Uma Nova Paraíba, o ex-prefeito Ricardo Coutinho, com 30,55%.

Nos levantamentos da Consult para o Correio o governador José Maranhão vem obtendo vantagens crescentes. Em fevereiro, Maranhão tinha 40,1% e Ricardo aparecia com 32,6%. À época, Cícero Lucena aparecia com 8,7%.

Na pesquisa publicada em abril, os números de Maranhão subiram para 42,36% e os de índices de Ricardo oscilaram para baixo, ficando em 32,02%. O nome de Cícero ainda foi avaliado, ficando com 6,14%. Em junho, a Consult apontou Maranhão com 43,75% e Ricardo com 32,70%.

A vantagem de Maranhão sobre Ricardo Coutinho cresceu de 7,5 pontos em fevereiro para 10,4 pontos em abril, para 10,05 pontos em junho e agora para 16,95 pontos.

Outros números
Dos outros quatros candidatos a governador, três aparecem com iguais na mais nova rodada de pesquisa Correio/Consult. Nelson Júnior (PSOL), Marcelino Rodrigues (PSTU) e Chico Oliveira (PCB) têm 0,05% cada um. Lourdes Sarmento, candidata do PCO, tem 0,45% 

De acordo com o mais recente levantamento da Consult, a Paraíba tem apenas 14,60% de eleitores que ainda não sabem em quem votar (indecisos). Os entrevistados que manifestaram a intenção de votar nulo somam 6,75%.

Todos os dados técnicos
A nova pesquisa Correio Consult foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 20464/2010, de 22 de julho de 2010. No Tribunal Regional Eleitoral (TRE) o registro tem o número 21673/2010, de 22 de julho de 2010.

A avaliação da situação eleitoral na Paraíba foi feita, em campo, entre os dias 22 e 25 de julho. A Consult entrevistou 2 mil eleitores, utilizando amostra casual probabilística simples.

Os resultados da atual pesquisa estão sujeitos a uma margem de erro máxima de 2,0%, com confiabilidade de 95%.

A Consult aplicou questionários em 69 municípios de todas as regiões geográficas da Paraíba. São eles: João Pessoa, Santa Rita, Bayeux, Cabedelo, Conde, Alhandra, Sapé, Mamanguape, Pedras de Fogo, Rio Tinto, Caaporã, Mari, Cruz do Espírito Santo, Pitimbu, Lucena, Pilar, Campina Grande, Guarabira, Queimadas, Esperança, Alagoa Grande, Solânea, Itabaiana, Areia, Bananeiras, Cuité, Aroeira, Belém, Remígio, Pocinhos, Ingá,Cacimba de Dentro, Mogeiro, Salgado de São Félix, Barra de Santa Rosa, Soledade, Fagundes, Natuba, Boa Vista, Monteiro, Picuí, Sumé, Boqueirão, Santa Luzia, Taperoá, serra Branca, São Mamede, Junco do Seridó, Patos, Souza, Cajazeiras, Pombal, São Bento, Catolé do Rocha, Itaporanga, São José de Piranhas, São João do Rio do Peixe, Coremas, Piancó, Uiraúna, Paulista, Brejo do Cruz, Olho D’água, São José da Lagoa tapada, Santana dos Garrotes, Diamante, Igaracy, Cacimbas e Malta.
 
Empresa com credibilidade
A empresa Consult, que tem sede no Rio Grande do Norte, tem experiência em realizar pesquisas eleitorais na Paraíba.

Mais do que experiência: a Consult conquistou credibilidade pelos acertos de seus levantamentos nas últimas eleições. O diretor da Consult, Paulo de Tarso, disse ontem que sua empresa prima por oferecer aos seus clientes trabalhos que não posam ser contestados.

Governador lidera em todas as regiões

Uma das novidades da mais nova pesquisa Correio/Consult é que o governador José Maranhão, candidato da coligação Paraíba Unida, cresceu nas intenções de voto e está na frente do candidato da coligação Uma Nova Paraíba, o ex-prefeito Ricardo Coutinho, em todas as regiões do Estado. Na pesquisa de junho, Ricardo estava na frente em Campina Grande, mas já perdia em João Pessoa.

Na mais nova pesquisa, Maranhão aparece com 40,9% em João Pessoa e Ricardo está com 38,6%. Na pesquisa anterior, Maranhão tinha 39,6% e Ricardo estava com 37,9%. Vê-se que ambos os candidatos oscilaram ligeiramente para cima.

Na região da Grande João Pessoa, que incluiu os demais municípios da Região Metropolitana sem a Capital, os dois principais candidatos ao Governo do Estado oscilaram para baixo, mas Maranhão aparece com vantagem de 24,5 pontos. O peemedebista tem 49,0% contra 24,5% do socialista. Os outros têm 0,6%. Em junho, Maranhão tinha 50% e Ricardo, 26,5%.

Região da Mata
O governador José Maranhão também aparece com folgada vantagem de 26,8% sobre o ex-prefeito Ricardo Coutinho na região da Mata. O peemedebista tem 51% das intenções de voto e o socialista está com 24,2%. Na pesquisa anterior, Maranhão tinha 48,7% e Ricardo, 29,7%.

Na pesquisa de junho, Ricardo Coutinho estava na frente de Maranhão em Campina Grande. Eram 35% contra 31,5%. No mais novo levantamento houve uma inversão dos números. Maranhão aparece com 35% e Ricardo com 31,5%.

No Agreste, o governador Maranhão está agora com 50,7% das intenções de voto contra 30,1% conferidas ao ex-prefeito Ricardo Coutinho. Na pesquisa de junho, Maranhão tinha 44,7% e Ricardo 32,5%.

Borborema
Na região da Borborema, Maranhão desponta com 47,1% das intenções de voto contra 29,1% declaradas em favor do ex-prefeito Ricardo Coutinho. Na pesquisa anterior, Maranhão tinha 45,3%, contra 31,4% do ex-prefeito Ricardo Coutinho.

Os índices de intenção de voto do governador José Maranhão também cresceram no Sertão do Estado. Ele aparece agora com 52,7%. Ricardo está com 29,8%. Na pesquisa de junho, Maranhão tinha 46,2% no Sertão, enquanto Ricardo estava com 32,1%.

Índices de preferência por idade
Outro dado que chama a atenção na mais nova pesquisa Correio/Consult é que o candidato da coligação Paraíba Unida, governador José Maranhão, melhorou seus índices de intenção de voto em quase todas as faixas de idade do eleitorado, especialmente nas camadas mais jovens.

No eleitorado com idade até 24 anos, por exemplo, Maranhão tinha 47,8% na pesquisa de junho e agora aparece com 52,5%. O ex-prefeito Ricardo Coutinho tinha 32,5% e agora aparece com 32,9%.

Entre os eleitores com idade de 25 a 34 anos, maranhão tem preferência de 47,5% e Ricardo aparece com 30,3%. No levantamento anterior, o peemedebista tinha 39,5% contra 35,3% do socialista nesta faixa do eleitorado.

Os índices do governador Maranhão no eleitorado entre 35 e 44 anos são de 46,4%. O ex-prefeito Ricardo Coutinho tem 29,3%. Em junho, o governador estava com 43% e Ricardo tinham índices de 31,8%.

O governador José Maranhão também tem a preferência do eleitorado na faixa de 45 a 59 anos de idade. Ele tem 45,6%, contra 29,6% conferidos a Ricardo. Na pesquisa de junho eram 46,4% contra 30,6%.

A vantagem também é do peemedebista no eleitorado com mais de 59 anos. Maranhão tem 44,9, contra 30,7% de intenções de votos para Ricardo Coutinho. Na pesquisa de junho, eram 42,6% contra 32,7%.
 
Levantamento por níveis de escolaridade
Em relação aos níveis de escolaridade, o governador José Maranhão também aparece na liderança. Tem 50,7% no eleitorado com nível de 1º grau, 42,3% da preferência de eleitores com 2º grau, 46,4% entre os eleitores de nível superior e 49,2% entre o eleitorado analfabeto.

Já o ex-prefeito Ricardo Coutinho tem 26,4% das intenções dos eleitores que cursaram apenas o 1º grau, 37,3% entre os cursaram o 2º grau, 31,4% no eleitorado de 3º grau e 27,9% da preferência dos analfabetos.

Distribuição por renda familiar
No que diz respeito à renda familiar dos eleitores, o governador Maranhão só perde na faixa que ganha mais de R$ 5.100,00, na qual o ex-prefeito Ricardo Coutinho aparece com preferência de 45,2% e Maranhão com índice de 33,9%.

Os números de Maranhão são 47,7% na faixa do eleitorado que ganha até R$ 510,00, 48% entre os que têm renda entre R$ 510,00 e R$ 1.020,00, 48,2% entre os que ganham entre R$ 1.020,00 e 2.040,00 e 65,6% entre os que não informaram renda.

Já o prefeito Ricardo Coutinho tem 27,8% de preferência entre os eleitores que ganham até R$ 510,00, 32,1% entre os que têm renda entre R$ 510,00 e 1.020,00, 30,2% na faixa que ganha entre R$ 1.020,00 e R$ 2.040,00, 37,2% entre ganham entre R$ 2.040,00 e R$ 5.100,00 e 12,5% entre os eleitores que não declararam renda.

Notícias relacionadas:

Política
Política
Policial