O casamento de Rosa e sua escolha matrimonial

Francisco Inacio de Lima Pita – Colunista

Rosalinda Maria da Conceição mais conhecida como Rosa, detentora de conhecimentos e curso superior se tornou uma pessoa bastante conhecida no sertão, ao completar seus 30 anos de idade e depois de viver de curtição, festas e bailes dançantes na sua localidade e adjacências, resolveu se casar e fez um analise cuidadosamente. Lembrou do caboco do sertão e homem da roça, lembrou também do vaqueiro nordestino e destemido que pega o touro bravo dentro das matas, observou os profissionais liberais como: Pedreiro construtor, motorista, enfermeiro, eletricista, técnico em eletrônica, mecânico de automóveis, professor, radialista, cantor e outros trabalhadores da região. Acontece que Rosa disse: Eu quero me casar com um homem honesto, trabalhador e que possa me dar uma vida simples, mas com dignidade, honestidade e respeito, sabe que tipo de homem Rosa escolheu para se casar? Um politico, então vem à dúvida, será que Rosa vai encontrar um político honesto para contrair seu matrimônio? Acho que sim, mas como diz o povo aqui de nós, vai dar um trabalho danado, ou talvez não, se pensar bem, a maioria dos políticos no Brasil são honestos, não em sua totalidade, mas no Congresso Nacional e Câmara dos Deputados reina um alto grau de honestidade, será verdade ou é um engano? Estou falando de honestidade de vários tipos, principalmente dito por eles mesmos. Entendeu agora? Espero que os senhores políticos ou seus assessores se chegar a ler este artigo, não me interpretem mal, apenas se for um puxa saco ou assessor oficial do legislador, diga a seu chefe o que deve mudar se achar que é necessário.

Entre os deputados e senadores encontrar um desonesto é muito difícil. Por que eles não desrespeitam as leis e principalmente a lei do nepotismo empregando toda parentada, vota tudo a favor do povo, na verdade somente para resumir, todos ou quase todos os políticos do Brasil seguem a risca o seu papel de representante do povo. Você tem coragem de acreditar? Então Rosa não vai ter dificuldade para encontrar um homem honesto para se casar, por que escolheu esse tipo de profissional, sem menos prezar as demais categorias de trabalhadores, é no meio político onde tem o grande índice de honestidade, “e é… Não sabia”. E você pensa assim também? Cuidado, pense bem! Entre as categorias paga para prestarem serviços à população, estão os políticos, temos o maior índice de honestidade e respeito dito por eles mesmos. Entendeu ou não.

Agora vem o moral da história, esse vai e vem de pensamento é somente para apresentar um pouco de ironia, em nosso país é difícil encontrar politico honesto, um deputado ganha mais de 30 mil reais mensais e ainda precisa de auxilio e mais auxílio em seus vencimentos. Como é que um deputado tem a coragem de requisitar e aprovar vários auxílios de 5 mil reais, mais do que o salário de um professor durante um mês de trabalho, tem plano de saúde, auxílio educação para seus filhos, ajuda de gabinete, pode contratar vários assessores parlamentares e ainda consegue outros benefícios por baixo dos panos, agora deu vontade de perguntar: Será que eles têm com que gastar o seu salário oficial? Ou é tão pouco que ainda precisa de diversos auxílios? E vou repetir, qual quer um dos auxílios pagos a deputados e senadores ultrapassam o salário mensal e completo com todas as vantagens recebido por um professor.

São esses privilégios que vem prejudicando o desenvolvimento do Brasil, e muitos deles ainda acham pouco, levam milhões de reais do dinheiro do povo, verbas que devia chegar para o povão através de benefícios nos hospitais, nas escolas, na agricultura, e outros setores da sociedade brasileira. Alguns desses cretinos levam livremente o nosso dinheiro, as leis que eles criaram os deixam muitas vezes livres e quando são presos, à maioria deles conseguem a liberdade provisória, e o mais grave, dificilmente devolve o montante ou parte do dinheiro roubado.

No Brasil, onde o meio politico criado para nos representar, age de forma inconveniente, fazer o quê se a maioria dos eleitores brasileiros é enganado facilmente e uma grande fatia do povo não aprendeu a votar. Agora, sentir vontade de perguntar: Será que os políticos brasileiros cumprem a risca o seu verdadeiro objetivo? Será que os políticos de forma geral depois de assumir o poder faz o que disse durante a campanha eleitoral? O que você acha? A grande maioria engana o povo humilde várias vezes, é uma verdadeira falta de vergonha e honestidade. Eita Brasil de Cabral que um dia estava sossegado e comandado pelos índios e chegaram os portugas para bagunçar, digo isso, por que toda a organização social, cultural, politica, administrativa e etc. começou a partir de 1500 depois da chegada dos portugueses ao Brasil.

Francisco Inacio de Lima Pita

Francisco Inácio de Lima Pita

Francisco Inácio de Lima Pita

Pita é Radialista e Professor Licenciado em Ciências e Biologia pela UFPB e UFCG respectivamente. Atualmente é professor da rede estadual de ensino. Participa todos os sábados de programa informativo na Rádio Terra Nova FM, 88,7 MHz.
pita.sjp@ig.com.br