Ano novo

Um novo ano começa.

Começa mais um ano em nosso calendário, continuou acreditando em Deus, na sua misericórdia e conclamo a toda população que acredita em um ser supremo, para direcionar suas orações também aos novos gestores, pesquisadores e estudiosos de todo universo com o objetivo de descobrir novas vacinas e soluções para exterminar esse vírus terrível que apareceu no Planeta Terra.

A covid-19 fez vítimas fatais em todas as partes do mundo, não escolheu rico nem pobre, estudiosos ou pessoas sem conhecimentos, esse vírus mostrou que todos são iguais, independente de posição social, poder aquisitivo elevado ou de extrema pobreza. Descoberto em 2010 no exterior, mas sem fazer muito efeito, somente em 2019 o tal vírus se modificou e saiu de mundo a fora sem nenhum controle, o seu pico maior começou no ano de 2019 e se alastrou pelo mundo inteiro e com maior intensidade no ano de 2020. As previsões e com base em dados estatísticos mundiais, em 2021, muitos países ainda vão enfrentar o mal do século, que além de ser uma doença nova, os próprios médicos e outros setores da saúde ainda tem dificuldades de entendimentos e combates de seus efeitos. Ao que parece, quanto mais se estuda, esse vírus muda a sua estrutura fisiológica, tornando mais difícil entender e encontrar soluções de combate. Somente a proteção de DEUS e uma vacina eficaz poderão resolver.

Com a chegada da covid-19 no Brasil, começaram as ações dos governos: federal, estadual e municipal no combate à doença. Observamos que houve divergências, erros nas ações de combate, politicagem, aproveitamento dos recursos destinados à pandemia e aplicado em outros fins e outras cenas de desonestidade foram constatadas pelos órgãos fiscalizadores. De um lado alguns governadores divergindo com o presidente da república, e começou as discussões sem fundamentos e quem perdeu foi somente o povo.

Mais de 50 países já estão aplicando as vacinas descobertas e que teve a aprovação dos órgãos da saúde. Enquanto no Brasil, o presidente Bolsonaro fica discutindo com governadores adversários e não resolve ou define padrão certo tão sonhado pela população. O tempo passa e os gestores de todas as esperas não resolvem e o povo sofre pelo atraso da imunização, é penalizado com mortes de seus familiares todos os dias.

Esperamos primeiro a ação de Deus e depois dos veteranos e novos gestores que possam gerenciar o poder público com muita luz, amor e não despreze os mais necessitados, os novos administradores e legisladores devem criar projetos, aprovar e executar, principalmente na área de saúde e educação, e ser na verdade, um agente de progresso em todos os setores da sua gestão para beneficiar toda população, não se esqueça de descer do palanque e direcione o seu trabalho para todos.

O povo brasileiro espera do presidente da república, senhor Jair Messias Bolsonaro mais empenho, planejamento em suas ações de governo, descer do palanque, esquecer o PT e Globo e levar a sério a sua gestão. O Governo Federal tem feito algo de importância na sua gestão, mas tem provocado muita destruição também, tirou direito dos trabalhadores, não combateu a onda de insegurança no Brasil e não teve a coragem de cobrar os grandes devedores do INSS. Ele apoia muito o lado empresarial, fornecendo recursos a fundos perdidos com somas de trilhões de reais, entre os beneficiados está o empresário, banqueiro e seu ministro Paulo Guedes. Forneceu a pobreza um auxílio emergencial praticamente obrigado pela Câmara e o Senado. Lembro que a proposta foi para as duas casas legislativas com o valor de 200 reais e os dois poderes aumentaram para 600 reais. Somando todo auxílio emergencial anda longe do que ele repassou para os grandes empresários e banqueiros brasileiros. O nosso presidente precisa deixar um pouco de politicagem, elaborar projetos do executivo, solicitar aprovação da Câmara e do Senado e executar em favor do povo. Se a Câmara e Senado agirem como ele disse no início de governo, “só assinando os projetos em troca de algo”, avise ao povo, e se possível, entre com ação na justiça, siga de forma mais humilde e deixe de politicagem barata com o propósito de aparecer.

Já o governador do estado da Paraíba, o senhor João Azevedo, precisa planejar melhor principalmente setores da saúde e fazer funcionar algumas coisas que ele prometeu do sertão ao litoral, levar para a prática investimentos na educação com planejamento e fiscalização, para ter certeza da verdadeira aplicação. Não quero dizer que tem dinheiro desviado, mas se faz necessário ter uma equipe de fiscalização atuante e compromissada com o bem público para prevenir atos de corrupção em seu governo.

Quanto ao povo de forma geral, enfrentará uma série de problemas, entre eles podemos citar uma inflação elevada. Os preços dos principais produtos usados na mesa da população como: arroz, feijão, carnes, verduras, frutas, produtos de limpeza e outros tiveram aumentos exagerados em 2020. Aumento excessivo dos combustíveis e gás de cozinha, ninguém tolera mais, está na hora do governo resolver este problema, se quiser pode, é só baixar medidas governamentais com base na lei.

Todos os aumentos são efetuados pelos os oportunistas fabricantes, atacadistas e varejistas, todos eles aumentaram um pouquinho, onde estão os governos: federal, estadual e municipal. Será que eles não podem e tem a obrigação de controlar a inflação? Não existem leis para tal ação de oportunismo e exploração? Perguntar não ofende desde que a pergunta não atinja a dignidade pessoal do indagado. Os nossos representantes precisam criar leis que atuem no setor financeiro e controle da inflação ou levar a sério as leis que já tem. Os senhores Deputados Federais e Senadores que foram eleitos pelo povo, a sua obrigação é nos defender, já está na hora de criar medidas urgentes no sentido de controlar o aumento exagerado, pelo menos, nos produtos da cesta básica brasileira.

Francisco Inacio Pita

Francisco Inacio Pita

Francisco Inacio Pita

 

Francisco Inácio de Lima Pita é Radialista e Professor Licenciado em Ciências e Biologia pela UFPB e UFCG respectivamente. Atualmente é professor aposentado por tempo de serviço em sala de aula, escritor dos livros CONCEITOS E SUGESTÕES PARA VIVER BEM O MATRIMÔNIO, AS DROGAS E A RETA FINAL DA VIDA E VARIAÇÕES POÉTICAS e tem outros livros em andamentos, mora atualmente na cidade de São José de Piranhas – PB. Produz e apresenta todos os sábados o Jornal Terra News pela Rádio Terra Nova FM, 88.7 MHz.

pittadoradio@gmail.com