Senador diz que Romero e Bruno fazem política bolsonarista da morte

Por:

Veneziano falou que a gestão municipal dá maus exemplos durante a pandemia

O senador da República Veneziano Vital (MDB), durante entrevista à Panorâmica FM, nesta sexta-feira (21), classificou o ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues e o atual gestor municipal, Bruno Cunha Lima, como “fundamentalistas do não à vida”.

Veneziano falou que a gestão municipal dá maus exemplos durante a pandemia ao promover e distribuir medicamentos como ivermectina para tratamento da Covid-19.

“O prefeito e o ex-prefeito, que são fundamentalistas à causa bolsonarista e à causa do não à vida, para serem agradáveis ao presidente da República, posaram sem máscara”, declarou.

O parlamentar também criticou os três primeiros meses da gestão municipal, a qual, segundo ele, se dedicou a criticar as medidas restritivas do Governo do Estado em relação à Covid-19.

Ele também fez críticas à fala do vereador Alexandre do Sindicato (PSD), líder do governo municipal na Câmara, que esta semana disse que usava “ivermectina e chá de limão galego”, contra a Covid-19.

.

.

Do blog do Max Silva

Notícias relacionadas:

Paraíba
Policial
Paraíba