Aesa encerra seminário de atualização do Plano Estadual de Recursos Hídricos

Por:

a Paraíba vive um momento histórico na área dos recursos hídricos.

Terminou nesta sexta-feira (04) a sequência de videoconferências que discutiu a atualização do Plano Estadual de Recursos Hídricos da Paraíba (PERH-PB). Ao longo de 10 dias, a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa) promoveu o debate do plano reunindo líderes comunitários, estudantes, políticos, diretores de órgãos públicos e especialistas em recursos hídricos.

O próximo passo do processo de atualização é o encaminhamento do relatório para avaliação do secretário da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente, Deusdete Queiroga. “Tenho certeza que com esta contribuição feita por professores universitários, pesquisadores, pessoas de vários setores, teremos um resultado importante”, destacou Deusdete Queiroga durante a participação na videoconferência desta sexta-feira.

Na sequência, o novo PERH-PB será discutido na Assembleia Legislativa da Paraíba e transformado em lei estadual. “Os deputados estão felizes com os investimentos na área de recursos hídricos. A assembleia está de portas abertas para acolher e agilizar os procedimentos para que estes recursos possam chegar aos paraibanos e melhorar a vida de todos nós”, comentou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adriano Galdino, durante o seminário.

Para o diretor presidente da Aesa, Porfírio Catão Cartaxo Loureiro, a Paraíba vive um momento histórico na área dos recursos hídricos. “É preciso destacar a importância do contrato de empréstimo entre o governo e o Banco Mundial no valor US$ 127 milhões que serão destinados à Segurança Hídrica da Paraíba. A gestão estadual também investirá recursos próprios no montante de US$ 80,2 milhões. Muito do que foi discutido na atualização do PERH-PB vai ser executado com recursos deste convênio. Com estes recursos nossas discussões serão transformadas em ações”, ressaltou. “E o processo de atualização PERH está sendo realizado por meio de um outro convênio, este entre o Governo do Estado, através da Aesa, e o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR)”, completou o diretor de Acompanhamento e Controle da Aesa, Beranger Arnaldo de Araújo.

Notícias relacionadas:

Política
Policial
Paraíba