Justiça não para: Comarca de Piancó efetuou mais de 1,5 mil despachos em 57 dias

Por:

Foto: divulgação

Mesmo com a adoção do trabalho remoto, como forma de prevenir o aumento do contágio pelo coronavírus (Covid-19), conforme diretrizes traçadas pela Presidência do TJPB, as atividades do Judiciário paraibano não pararam. A produtividade da Comarca de Piancó, município localizado no Sertão do estado, contabilizou, no período de 17 de março a 12 de maio, 1.594 despachos, 875 sentenças e 389 decisões.

A Comarca é composta pela 1ª Vara Mista, cujo titular é o juiz Pedro Davi Alves de Vasconcelos, e a 2ª Vara Mista, sob responsabilidade da juíza Anna Maria do Socorro Hilário Lacerda Felinto. Somente a 1ª Vara Mista registrou, no período, um total de 1.698 atos, sendo 884 despachos feitos, 568 sentenças proferidas e 246 decisões produzidas. Considerando os cinco primeiros meses deste ano, a 1ª Vara Mista teve 1.057 sentenças, 1.640 despachos e 547 decisões. Os dados consideram as plataformas PJe, Siscon e SEEU.

“Com muita dedicação, ajustes e o comprometimento dos que compõem a unidade, os resultados foram notadamente satisfatórios: só neste ano, em apenas cinco meses, prolatamos mais de 1.000 sentenças. De 1.739 processos conclusos, temos cerca de apenas 20 feitos atualmente”, destacou o juiz Pedro Davi.

O magistrado também disse que os números alcançados pela Comarca foram potencializados com a medida de trabalho remoto, decorrente do enfrentamento da Covid-19. “O desafio, agora, é diminuir o acervo processual”, frisou.

Por Celina Modesto / Gecom-TJPB

Notícias relacionadas:

Paraíba
Paraíba
Cidades