Usina Energisa indica artistas e curtas para conferir pela internet e valorizar a cultura paraibana

Por:
usina energisa

Usina Energisa (Foto: Divulgação)

O Brasil está atravessando um momento em que, devido à pandemia do coronavírus, os órgãos de saúde recomendam o isolamento. Ficar em casa pode parecer entediante, mas na internet há uma diversidade de produtos culturais para conferir e sair do tédio. Pensando nisso, a Usina Energisa traz dicas de artistas e curtas para conferir gratuitamente e contribuir com a valorização da nossa cultura paraibana.

Não é segredo que a Paraíba é um grande celeiro cultural, repleto de profissionais talentosos. Por isso, mesmo com as atividades pausadas, a Usina Energisa incentiva o consumo da cultura local. Entre as indicações da semana, estão curtas com histórias sobre personagens e lugares reais, além de bandas que se destacam, na mpb, no rock e nos ritmos nordestinos.

Curtas 

Você conhece Derréis? 
O curta dirigido por Veruza Guedes, lançado em 2017, faz uma homenagem a Derréis, músico morador da cidade de Patos. Derréis é pandeirista e tem Jackson do Pandeiro como sua principal influência. A história do filme mostra com sensibilidade a realidade de artistas talentosos que sonham com o reconhecimento. “Você Conhece Derréis?” está disponível neste link.
 
A Alma das Ruas
O documentário “A Alma das Ruas” retrata de forma poética o cotidiano das ruas centrais de Campina Grande. No curta, o diretor Jaime Guimarães mostra a relação dos moradores com a cidade e detalhes que muitas vezes passam despercebidos na correria dos dias. A obra foi exibida no Canal Futura e financiada por um edital de incentivo da emissora e da Globo Universidade. “A Alma das Ruas” está disponível gratuitamente neste link.

As Folhas
No curta de Deleon Souto, o menino Rafael vivencia diversos conflitos familiares.  Ele é acompanhado pelas folhas de uma misteriosa árvore, que caem e revelam a história. A produção já foi exibida em várias cidades do Brasil e até em Portugal, além de ter vencido nas categorias de melhor curta-metragem, melhor direção de arte e melhor montagem na mostra competitiva de filmes dos sertões do 4° Festival de Cinema de Triunfo (Triunfo-PE). É possível assistir “As Folhas” por meio deste link.

Bandas

Cabruêra
O grupo surgiu em 1998 e, desde então, segue espalhando as referências da música nordestina, com apresentações em diversas cidades do Brasil, Europa e Estados Unidos. Cabruêra atualmente é formada pelos músicos Arthur Pessoa, Edy Gonzaga, Leonardo Marinho e Pablo Ramires. Os cinco álbuns de estúdio da Cabruêra passam pelo forró, coco de roda, samba, manguebeat e outras influências da música brasileira. É possível conferir o trabalho da banda no YouTube, no link a seguir: https://www.youtube.com/watch?v=LwTHjEd70gY&list=OLAK5uy_l-P1DFQ5T6lpZvoDLJNG4HRLDAzswL5G0&index=14.

Quadrilha

Amorim, Elon, Guga Limeira e Pedro Índio Negro formam a Quadrilha. O quarteto mistura influências de nomes da mpb, como Milton Nascimento, e ritmos nordestinos. As vozes dos integrantes unem-se aos instrumentos de percussão e guitarra, formando arranjos harmoniosos. Em 2019, Quadrilha lançou o EP homônimo, o primeiro trabalho de estúdio deles. É possível conferir o som nas plataformas digitais. Veja aqui: https://www.youtube.com/watch?v=QN9avjbwmDc.

Bessa Beach Army 

Uma das revelações paraibanas é o Bessa Beach Army. O duo formado pelos músicos Kaio Augusto e Rafael Jordão lançou o EP de estreia, “Sad Nostalgic Dream”, em março de 2020. A sonoridade se aproxima do dreampop, com influências de artistas como Homeshake, Mac Demarco e também da música nacional. Além do EP “Sad Nostalgic Dream”, o Bessa Beach Club lançou um álbum visual com o mesmo nome, que tem a participação da atriz Jamila Facury e está disponível no link https://www.youtube.com/watch?v=mIan9GSTj6o.

Notícias relacionadas:

Política
Política
Cidades