Duas mulheres morrem com suspeita de coronavírus no Sertão da Paraíba

Por:
Pacientes estavam internadas em UTI quando morreram na segunda-feira — Foto: TV Paraíba/Reprodução

Pacientes estavam internadas em UTI quando morreram na segunda-feira — Foto: TV Paraíba/Reprodução

Duas mulheres morreram na segunda-feira (30) no Hospital Regional de Pombal, no Sertão da Paraíba, com suspeita de infecção pelo coronavírus. De acordo com secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, informou que até a manhã desta terça-feira (31), pelo menos 12 mortes na Paraíba seguiam sob investigação da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para confirmação de Covid-19.

Segundo informações repassadas pela SES, as duas mulheres, que eram idosas, foram submetidas a coleta das amostras para análise do novo coronavírus. As duas vítimas estavam internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Pombal.

De acordo com secretário Geraldo Medeiros, o alto número de casos descartados na Paraíba, 367 até o boletim divulgado pela SES na segunda-feira (30) tem relação com o período do ano, que naturalmente registra aumento de outras doenças.

“Temos muitos casos de outras doenças respiratórias no período, também temos muitos casos de arboviroses, como dengue, zika e chikungunya, tudo isso contribui para o aumento do número de casos suspeitos e consequentemente de casos descartados”, comentou.

Uma das mortes que estão sob investigação é a do publicitário Mateus Zerbone Carlos, filho do empresário Eduardo Carlos, presidente da Rede Paraíba de Comunicação. A SES informou que o resultado do exame que pode confirmar a causa da morte do publicitário e dos outros 11 casos investigados deve sair nesta terça-feira (31).

G1 PB

Notícias relacionadas:

Política
Política
Cidades