MPF investiga suspeita de nepotismo na Prefeitura de Piancó, no Sertão da PB

Por:
Prefeitura de Piancó, PB, está sendo investigada por contratação da tia do prefeito para cargo comissionado — Foto: Reprodução

Prefeitura de Piancó, PB, está sendo investigada por contratação da tia do prefeito para cargo comissionado — Foto: Reprodução

Um inquérito foi aberto pelo Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba para investigar a suspeita de nepotismo por parte do prefeito de Piancó, Daniel Galdino de Araújo Pereira (PSD). A publicação do inquérito consta no Diário Eletrônico do MPF desta segunda-feira (20).

De acordo com o MPF, o prefeito contratou uma tia, identificada como Gilma Serra Galdino, entre fevereiro de 2017 e março de 2018, para a prestação de serviços médicos em Piancó. Conforme a portaria do inquérito, a contratação descumpre a lei municipal 1.027/2007 que proíbe a contratação de parentes para cargos comissionados e funções de confiança.

O texto da lei explica que “fica vedado no âmbito do município de Piancó, a investidura em cargo de comissão ou função de confiança de cônjuge, companheiro (a) ou parente por linha reta e colateral, até o segundo grau de parentesco”. A lei vale também para a Câmara de Vereadores.

 

G1 PB

Notícias relacionadas:

Política
Política
Cidades