Em Sousa, prefeito em exercício e integrantes do Comitê de Gestão de Crise se pronunciam sobre ações contra o Coronavírus (vídeo)

Por:

O prefeito em exercício, Zenildo Oliveira e integrantes do Comitê de Gestão de Crise, se pronunciaram em rede de Rádio nesta quinta-feira (19), através das Rádios 104 FM, Sousense FM e Progresso AM. (assista ao vídeo acima)

O objetivo foi informar a população sobre quais medidas tomadas para a prevenção ao Coronavírus (COVID-19). O Comitê de Gestão de Crise é formado por Hélder Carvalho (Chefia de Gabinete), Amanda Silveira (Secretaria de Saúde), Eugênio Rodrigues (Secretaria de Comunicação, Sandra Mara (10º Gerência de Educação), Gilberto Gomes Sarmento (Hospital Regional de Sousa), Elba Fernandes (Casa de Saúde Bom Jesus) Maria Tereza (Hospital Santa Terezinha) e Péricles Mendes e Adriana Carvalho (10 Gerencia de Saúde).

Em seu pronunciamento, Zenildo Oliveira destacou o trabalho que está sendo realizado pela gestão municipal ao formalizar um Decreto com um conjunto de normas de prevenção ao Coronavírus (COVID-19). Segundo Zenildo, o objetivo e que Sousa tenha o menor número de casos confirmados. Mas para isso, é preciso que a população também faça sua parte em não comparecer aos locais que aglomeram pessoas”, disse.

Zenildo destacou o Decreto com as normas de prevenção que recomenda que as pessoas idosas e pacientes de doenças crônicas evitem circulação em ambientes com aglomeração de pessoas e que os pacientes com sintomas respiratórios, fiquem restritos em seu domicilio. Em caso de agravamento devem procurar os serviços de saúde.

Conforme o chefe do Executivo, a Secretaria Municipal de Saúde do Município juntamente com a Chefia de Gabinete, coordenará a atuação específica d os demais Órgãos Municipais competente, para o combate da Situação de Emergência. O Chefe do Poder Executivo abrirá crédito no Orçamento Geral do Município para fazer face às despesas decorrentes deste Decreto, caso necessário.

“Informamos a população que vamos manter o nível de transparência e o dialogo com os sousenses. Mudando nosso comportamento seremos mais fortes para combater o COVID-19”, disse Zenildo Oliveira.

Já o chefe de Gabinete, Hélder Carvalho, destacou os pontos da Instrução Normativa como casos de pacientes com sintomas do COVID-19 fiquem restritos em seus domicílios. Já em caso de agravamento, procurar de forma imediata o serviço público de saúde. Ambientes de grande circulação e pessoas, tais como terminal rodoviário, mercados, centros comerciais, bancos, clubes recreativos, dentre outros, devem reforçar as medidas de higienização e disponibilizar álcool gel 70% em local sinalizado.

Outro ponto externado por Hélder Carvalho foi para servidores idosos com mais de 60 anos, as grávidas e os doentes crônicos, sem prejudicar as atribuições inerentes ao cargo, poderão exercer suas atividades de forma domiciliar por até 15 dias, prorrogáveis por igual período.

Por outro lado, a secretária Municipal de Saúde, Amanda Silveira, demonstrou preocupação com a pandemia que o mundo está vivenciando. Ela afirmou que a Secretaria dispõe de canal de comunicação (3521-1824) para que a população possa receber todas as informações. Ela ainda firmou que existem dois casos suspeitos que foram atendidos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Sousa. “Seguimos todo o protocolo. Temos leitos de isolamento na UPA. Na medida em que o paciente chega com suspeita, o mesmo é imediatamente isolado”, explicou.

Para evitar aglomeração na UPA, segundo a Secretária , foi implantado um serviço de teleatendimento (3521-1824), ocasião que um profissional estará tirando todas as dúvidas. “Quem não estiver com sintomas não precisa procurar o serviço de saúde. Caso apresente os sintomas do COVID-19, o paciente deve procurar o sistema de saúde do município. Não vamos deixar de atender os pacientes que fazem parte do grupo prioritário”, pontuou.

Notícias relacionadas:

Política
Política
Cidades