Em Sousa, prefeito Fábio Tyrone diz que sai do PSB com ‘dor no coração’ e deverá se filiar em um partido de centro-esquerda

Por:

Prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, durante entrevista coletiva na Câmara Municipal.

O prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, concedeu sua última entrevista coletiva do ano de 2019, nesta sexta-feira, dia 13 de dezembro, na Câmara Municipal, para divulgar oficialmente o calendário de ações administrativas e inaugurações, responder as perguntas da imprensa sousense e do Alto Sertão da Paraíba, além comentar sobre seu posicionamento político após o racha entre Ricardo Coutinho e o governador João Azevêdo.

Tyrone disse que está deixando o Partido Socialista Brasileiro com dor no coração. “Eu vou sair do PSB com dor no coração. Até porque sempre tive Arraes como expoente político e disputei a eleição pelo 40”, argumentou o prefeito depois que tomou a decisão de permanecer aliado ao grupo do governador João Azevêdo.

O gestor sousense disse que é preciso se preocupar também como os 11 vereadores do seu grupo político, porque não há mais coligação na proporcional e a escolha da nova sigla será decidida com todos os aliados (vereadores e lideranças) que juntos vão definir o melhor caminho a ser trilhado.

Fábio Tyrone não quis adiantar sobre o seu futuro partido, mas foi conciso em suas palavras: “O que eu posso dizer é que eu só posso ir para um partido de centro-esquerda, não irei de forma alguma para um partido de direita”, concluiu.

Por Dida Gonçalves
Radar Sertanejo

Notícias relacionadas:

Política
Paraíba
Brasil