Na Paraíba, comerciantes reclamam da alta da carne na reta final de 2019

Por:

Donos de açougues contam que tiveram que repassar parte desse aumento, mas não tudo, para não perder os clientes.

Impulsionada pela abertura das exportações para a China, o preço da carne bovina disparou no mês de novembro, alta que foi repassada dos frigoríficos para o varejo. Donos de açougues e de restaurantes contam que tiveram que repassar parte desse aumento, mas não tudo, para não perder os clientes, e reclamam da alta da carne na reta final de 2019.

De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a arroba do boi gordo no país teve alta real, já descontada a inflação, de 35% em um mês – chegando a R$ 231 na última quarta-feira. É o maior valor da série histórica, iniciada em 1994.

O preço das carnes para os frigoríficos e, consequentemente, para os açougues tem mudado quase diariamente. Para lidar com isso, alguns açougues têm tirado os valores das placas.

Em João Pessoa, não são poucas as reclamações dos donos de açougue, a exemplo de um dos principais comerciantes do ramo no bairro dos Bancários, Carlos da Show Boi, que disse que apesar das boas vendas no último final de semana, o estabelecimento também já sente o reflexo da alta da carne. “A cada novo pedido, aumenta um pouco”.

Depois de encarecer o fim de ano dos brasileiros, o aumento do preço da carne observado nos últimos meses promete se estender também por 2020 — pelo menos nos primeiros meses do ano, afinal, em tempos de dólar alto, vender para o exterior é bem mais atrativo que as vendas nacionais.

.

Paraibaradioblog

Notícias relacionadas:

Paraíba
Policial
Cultura