Durante sabatina de conselheiro do TCE Jeová destaca papel do Tribunal e sugere que análise de contas leve em conta a limitação dos municípios

Por:

Foto: Divulgação

“Eu gostaria aqui de fazer uma reflexão sobre o papel do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, ao mesmo tempo em que destaco a importância de se observar que os municípios têm muitas limitações e que, por muitas ocasiões, os erros acontecem não por má fé, mas pela falta de orientação e conhecimento formal da administração pública”, destacou o deputado Jeová Campos (PSB). Essa observação do parlamentar foi feita na manhã desta terça-feira (05), durante sabatina ao novo indicado para o cargo de conselheiro do TCE, Antônio Gomes Vieira Filho.

Jeová lembrou que as pequenas prefeituras do interior têm muita dificuldade de encontrar quadros profissionais capacitados. “O trabalho de prevenção que o TCE vem fazendo, a partir de uma inflexão, tendo a prevenção como destaque, é digna de elogios, pois há muita limitação das pequenas prefeituras para que elas atuem respeitando todas as normas e resoluções”, reiterou o parlamentar, enfatizando que essa orientação do TCE é de suma importância.

O deputado lembrou que muitos prefeitos erram em procedimentos e se tornam inelegíveis por absoluta falta de orientação. “Em muitos casos, os gestores fazem errado porque não dominam a forma correta e não tem quem os oriente de forma eficiente”, disse Jeová, lembrando que é muito fácil ter bons quadros técnicos e qualificados em cidades como João Pessoa, Campina Grande e outros locais, mas quando se distancia dos grandes centros, há uma dificuldade enorme em conseguir profissionais que dominem a legislação”, disse Jeová, destacando que a função de conselheiro deve ser, sobretudo, a de aconselhar e que o TCE, felizmente, tem buscado evidenciar essa prática.

Notícias relacionadas:

Cidades
Paraíba
Esporte