Corpo de padre cajazeirense e ex-vigário de São José de Piranhas será sepultado em João Pessoa

Por:

Ex-reitor da UFPB morre no Hospital da Unimed, em João Pessoa.

O sepultamento do corpo do professor e Padre Antônio de Souza Sobrinho, ex-reitor da Universidade Federal da Paraíba será em João Pessoa nesta sexta-feira (9) no Cemitério Parque das Acácias. O cajazeirense de 79 anos morreu na manhã da quinta-feira (8), no Hospital da Unimed, na capital paraibana.

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, o ex-reitor deu entrada na instituição de saúde no último dia 1º de agosto com um quadro de pneumonia, que acabou evoluindo para uma infecção e óbito do paciente.

Antônio de Souza Sobrinho nasceu em Cajazeiras, no dia 26 de agosto de 1939 e era filho de Benedito Gomes de Sousa e Maria do Carmo de Sousa. Era sobrinho do mestre-escola Antônio José de Souza, de quem herdou o nome.

Tinha a seguinte formação: Bacharel em Filosofia pela Pontifícia Universidade Gregoriana – Roma (1961), Mestre em Filosofia pela Pontifícia Universidade Gregoriana – Roma (1962), Bacharel em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana – Roma (1964), Mestre em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana – Roma (1966) e Especialista em Sociologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana – Roma (1966).

Foi pároco em São José de Piranhas e um dos professores fundadores da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras (Fafic).

Na UFPB, ocupou os seguintes cargos: Professor titular de Sociologia (a partir de 1973), Chefe do Departamento de Ciências Sociais – CCHLA (1973), Coordenador Substituto do Curso de Serviço Social (1975), Diretor do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (1975/1976), Pró-Reitor para Assuntos Comunitários (1980), Pró-Reitor Administrativo (1984), Vice-reitor (1985) e Reitor (de 25/09/1988 a 24/09/1992).

.

Com Resenha Politika

Notícias relacionadas:

Paraíba
Política
Policial