João Azevêdo lança Operação São João, entrega viaturas e promove militares

Por:

Comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, e o governador João Azevêdo.

O governador João Azevêdo lançou, nesta sexta-feira (7), no Sesc Campina Grande, o planejamento operacional do São João 2019. Na ocasião, ele anunciou as promoções de mais de 600 policiais militares e de bombeiros militares e entregou 13 novas viaturas e 18 motos para a Polícia Militar – um investimento superior a R$ 1,2 milhão -, duas viaturas de combate a incêndio para o Corpo de Bombeiros, novos veículos para a Polícia Civil, sendo 32 substituídos em todo o Estado, e armamentos para a Secretaria da Administração Penitenciária.

A solenidade foi prestigiada pela vice-governadora Lígia Feliciano, pelo senador Veneziano Vital do Rêgo, por deputados estaduais, vereadores e auxiliares do Governo da Paraíba.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual destacou que o Governo tem promovido grandes investimentos e valorizado os homens e mulheres que integram as forças de Segurança. “Todas essas ações têm feito a diferença na Paraíba e um grande aparato de segurança estará voltado para todas as cidades que realizam festas juninas”, assegurou.

Ele também evidenciou que o São João de Campina Grande contará com o auxílio do sistema de monitoramento e do helicóptero Acauã 2. “Além disso e da presença da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, nós reforçamos o Hospital de Trauma e destinamos R$ 2 milhões para os comerciantes do Parque do Povo, por meio do programa Empreender; é assim que demonstramos o respeito pelo povo paraibano e por Campina Grande”, completou.

O secretário da Segurança e da Defesa Social, Jean Francisco Nunes, ressaltou que o planejamento operacional apresentado nesta sexta-feira tem o objetivo de garantir a tranquilidade da população da Paraíba e dos turistas. “Fazer o lançamento da Operação São João em Campina Grande tem um simbolismo por conta da grandiosidade do evento realizado na cidade e nós chegamos com toda nossa força para usar a tecnologia a favor da segurança com o teste do sistema de monitoramento”, frisou.

07_06_19 Lançamento da Operação São João em CG _ fotos Francisco França (4).JPG

O secretário da Administração Penitenciária, Sérgio Fonseca, afirmou que os fuzis e pistolas entregues serão destinados ao Complexo Prisional de Campina Grande. “Nós também integramos essa Operação voltada para os festejos juninos da Paraíba e iremos trabalhar em conjunto com os outros órgãos para reforçar os presídios com os nossos agentes”, pontuou.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, enalteceu o compromisso do Governo do Estado de investir nas pessoas que integram as forças de Segurança ao assegurar as promoções dos militares. “Essa é uma ação fundamental para o trabalho do policial que precisa estar motivado para exercer um serviço adequado. Eu agradeço a sensibilidade do governador João Azevêdo de viabilizar essas ascensões e iremos cumprir com o nosso dever com foco e respeito”, garantiu.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Marcelo Araújo, disse que os equipamentos entregues à Corporação serão essenciais para o trabalho que será desenvolvido nos próximos dias. “O Corpo de Bombeiros irá atuar no Parque do Povo, fazendo um trabalho de prevenção e esperamos que este seja um mês tranquilo para todos os que vão se divertir”, reforçou.

07_06_19 Lançamento da Operação São João em CG _ fotos Francisco França (30).JPG

O delegado-geral da Polícia Civil, Isaías Gualberto, lembrou que praticamente toda a tropa será empregada nos festejos juninos. “Nós faremos o atendimento das ocorrências da Operação São João, mantendo também as operações de repressão qualificada realizadas em parceria com outros órgãos”, explicou.

Planejamento Operacional do São João 2019

Este ano, todo o efetivo será empregado em ações de prevenção e repressão, durante os festejos juninos, não só em Campina Grande, como também em outras localidades do Estado, com uso de rádio comunicação digital, tecnologias de transmissão de dados multimídia (LTE tático) e da aeronave Acauã 2.

Entre as áreas que terão reforço no policiamento, além de Campina Grande, estão as regiões de João Pessoa, Guarabira, Belém, Bananeiras, Santa Luzia, Patos, Sousa, Cajazeiras e Monteiro, abrangendo 143 municípios, em um total de 562 eventos festivos.

Em relação à presença da Polícia Militar na Rainha da Borborema, os locais de festa onde haverá maior circulação de pessoas e que terão reforço de efetivo, serão a Vila Forró, o Parque do Povo, a Vila do Artesão, o Artesanato da Paraíba, o Trem do Forró, a Vila Junina, Namoradrilha, o Sítio São João, além de festividades em casas de show e clubes. Serão 5.524 empregos de policiais militares, sendo de 92 a 224 empregos de militares diariamente no Parque do Povo, distribuídos entre os postos de comando, policiamento a pé, em viaturas, montado, motocicletas, ônibus, postos de observação, além de um espaço destinado ao Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd).

A Polícia Civil estará presente em Campina Grande com 354 empregos de efetivo exclusivamente para os festejos juninos e 714 empregos de efetivo na cidade, entre delegados, agentes de investigação, escrivães de polícia e agentes operacionais, além de servidores do Instituto de Polícia Científica (IPC). Estarão em funcionamento a 1ª, 2ª, 3ª, 4ª e 6ª Delegacias Distritais, além da Central de Polícia, localizada no bairro do Catolé. Também haverá o trabalho das Delegacias Especializadas de Crimes contra ao Patrimônio, contra a Pessoa, Repressão a Entorpecentes, Defraudações, Idoso, Acidentes de Trânsito, da Infância e Juventude e de Crimes contra a Infância e Juventude. A Delegacia da Mulher estará atuando durante todo o período junino com a campanha ‘Não é não também no São João’, que tem à frente a Rede Estadual de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Sexual (Reamcav), e conta com ações desenvolvidas pela Polícia Civil no âmbito da prevenção e da repressão aos crimes desse tipo.

Já o Corpo de Bombeiros Militar vai disponibilizar um efetivo médio de 45 homens e mulheres no Parque do Povo e um total de 1.260 empregos de efetivo em todos os dias de evento. A instituição ainda vai disponibilizar ao público tecnologia de localização do posto de atendimento mais próximo, por meio do uso de QR Code, impresso em material de divulgação que também terá informações sobre segurança em estradas e rodovias, uso de fogos de artifício e cuidados em relação às fogueiras e para evitar queimaduras.

Mais tecnologia – Os órgãos operativos de Segurança Pública do Estado irão contar com o uso da tecnologia de LTE portátil, dispositivo que cria uma “bolha” (área de cobertura definida), provendo no local uma rede totalmente autônoma e independente das redes de celular comum. Desta maneira, o equipamento entrega a capacidade de envio e recebimento de dados (vídeo, mapas, áudios e demais informações do centro de comando e controle para os agentes em campo, os agentes entre si e dos agentes para o Centro de Comando) em alta velocidade com integração entre diferentes dispositivos e agências. O investimento foi superior a R$ 2,3 milhões.

Notícias relacionadas:

Política
Paraíba
Policial