Em Sousa, presidente da Câmara diz ser vítima do preconceito e invejosos

Por:

Radamés Estrela diz ser vítima do preconceito e de invejosos: “não aceitam um trabalhador como Presidente da Câmara” .

O Presidente da Câmara Municipal de Sousa, Radamés Estrela (PDT), afirmou durante entrevista à imprensa, nesta segunda-feira (03), que não vai se intimidar com os ataques que tem sofrido por setores oposicionistas do município.

O vereador mais votado das eleições passadas lamentou a inveja da qual é vítima por parte de meia dúzia de pessoas que não tem, segundo ele, norte nenhum na vida, “eles não aceitam que um homem do campo, da roça, tenha se tornado comandante de um poder. Mas terão que se acostumar com um trabalhador conduzindo o legislativo de Sousa com honra e zelo ao erário público”.

Radamés disse que sempre se pautou pela correção, pelo trabalho e pela lealdade, “talvez por isso, diferentemente deles, tenha tido sucesso na minha jovem vida política. Não tenho culpa se essa meia dúzia não obteve o sucesso pelo qual almejava. Não posso ser culpado se são incompetentes”.

O Presidente da Casa Otacílio Gomes de Sá enfatizou que não vai se intimidar com ataques de quem quer que seja, “estou pronto para enfrentar qualquer um. Nunca vão me pegar em nada errado. Eles são acostumados com práticas escusas, eu não”

SINTONIA COM TYRONE

O parlamentar disse que tem mantido uma boa relação com a população mais carente, garantindo a realização de obras junto ao Poder Executivo: “tenho mantido dialogo com os mais humildes e graças a esse trabalho, temos, ao lado do Prefeito Fábio Tyrone, atendido as demandas solicitadas”, frisou.

Radamés classificou como “desespero” as tentativas de querer “denegrir” a imagem do governo, “tiveram oportunidade de fazer e não fizeram. Visaram apenas os interesses pessoais e emprego para familiares. Agora não sabem o que fazer para justificar a sua incompetência”.

Notícias relacionadas:

Paraíba
Política
Paraíba