Morre Ducarmo Cambota – Uma remanescente histórica dos primórdios de Bonito de Santa Fé

Por:

Ducarmo Cambota, uma remanescente histórica dos primórdios de Bonito de Santa Fé.

Mais uma PEDRA remanescente dos Fundamentos de Bonito de Santa Fé, chega ao final da existência, deixando assinalado poucos pontos de culminância histórica, na oficialidade…

Morre DUCARMO CAMBOTA, a herdeira de Pedro Cambota, filha de Antônio, o mais moço dos remanescentes da Escravatura, com predominância no Servir e Viver no meio do Povo Bonitese até os presentes Dias.

Contando 95 anos de idade, Dona Ducarmo é uma das primeiras Servidoras Públicas da edilidade bonitense, como agente de Limpeza Urbana local, que, se investiu nos primeiros governos da era ditatorial, sendo Prefeito o Dr. Amorim Zinet.

Deixa uma prole das mais vigorosas de Bonito, somando filhos netos, bisnetos e tataranetos que se espalham pelo lugar e por todo o País.

Seu testemunho da história, vocalmente transmitida, ainda resta no memorial de alguns dos seus familiares e amigos que se aproximavam e tiravam dela algumas informações de interesse e contextualizadas na vivência própria dos dias dos anos 30, 40 e 50 do Século passado e as demais informações que guardava dos tempos dos nossos contemporâneos bonitenses.

Presente na Posse do Primeiro Prefeito Dr. Batista Leite, Dona Ducarmo, testemunhava a alegria dos bonitenses, livres dos laços formais do Poder Externo, por alcance da INDEPENDÊNCIA POLÍTICA E ADAMINISTRATIVA do seu lugar.

O sepultamento de Dona Ducarmo Cambota, se dará neste Domingo às 16h00 na sua Cidade Natal, saindo da tradicional Casa no Adro da Rodoviária, sendo recepcionada na Igreja Matriz e seguidamente conduzida ao Cemitério da Cidade.

Que o Bonititense, saiba ser gentil com quem lhe limpou os espaços e guardou seu formidável histórico para a posteridade, na humildade e na simplicidade, mas, edificado no respeito e na solidariedade.

Que tenha Ducarmo, uma despedida com gosto e razão de Respeito!

*Estas informações estão formalizadas pelo seu Neto MARCELO LAURENTINO que acompanha com carinho este momento final da sua amável Avó, ao lado de todos os seus familiares e amigos.

Notícias relacionadas:

Política
Policial
Paraíba