Cajazeiras ganha sua Academia de Artes Letras nesta sexta-feira

Por:

Esta sexta-feira, 24, será uma noite histórica para Cajazeiras. Conhecida como terra da cultura e berço de grandes talentos nas mais diversas artes e atividades, a cidade ganha, enfim, sua Academia Cajazeirense de Artes e Letras. A Acal, sigla da entidade, terá 40 patronos e 38 membros-fundadores. A posse e instalação coletiva da Academia serão no Cajazeiras Tênis Clube, a partir das 19h30. Haverá apresentações musicais e teatrais de alguns dos membros da entidade. O prefeito José Aldemir e o secretário de Cultura do Estado, Damião Ramos, representando o governador João Azevedo, participarão da solenidade.

A Acal já nasce com sua primeira diretoria formada, tendo como presidente Francisco Sales Cartaxo Rolim. Frassales, como é conhecido, destaca que a Academia Cajazeirense de Artes e Letras vem sendo formada mediante trabalho em equipe. Foi assim na assembléia geral realizada em janeiro deste ano no Centro Cultural Zé do Norte, onde foram aprovados os nomes dos patronos e membros.

O pré-requisito essencial para ingressar nos quadros da Academia como membro-fundador foi que cada acadêmico escrevesse um perfil biográfico do seu patrono. Dos 40 nomes aprovados na assembleia de janeiro, apenas dois desistiram da Acal. Os demais ficaram, concluíram os perfis e tomarão posse na sexta-feira, 24.

São esses, os membros: Sebastião Moreira Duarte, Aguinaldo Rolim, Irismar Gomes, Chagas Amaro, Alexandre Costa, Francisco Sales Cartaxo Rolim, Irismar Di Lyra, Antônio Bandeira, Constantino Cartaxo, Rui Leitão, Francelino Soares, Naldinho Braga, Lenilson Oliveira, Paulo Andriola, Ubiratan di Assis, Christiano Moura, José Caitano, Nadja Claudino, Gutemberg Cardoso, Eliezer Rolim, Lúcio Vilar, Pepé Pires Ferreira, Guilherme Sargentelli, José Rigonaldo, Gilson Souto Maior, Josival Pereira, José Antônio de Albuquerque, Padre Francivaldo, Rafael Holanda, Carlos Gildemar Pontes, Reudesman Lopes, Abdiel de Souza Rolim, Ely Janoville Santana Sobra, Edna Marlowa, Bosco Maciel, Mariana Moreira, Helder Moura e Linaldo Guedes.

Eles ocuparão as cadeiras dos seguintes patronos: Padre Rolim, Zé do Norte, Mãe Aninha, Antônio de Sousa, Tota Assis, Antônio Joaquim Couto Cartaxo, Crispim Coelho, Cristiano Cartaxo, Deusdedit Leitão, Edme Tavares, Eugênio Pacelli, Teté Assis, Francisco Cartaxo Rolim, Geraldo Ludgero, Gerson Carlos, Gervásio Coelho, Heliodoro de Sousa Pires, Hildebrando Assis, Inácio Assis, Íracles Pires, Ivan Bichara Sobreira, João Rolim da Cunha, José Adegildes Bastos, José Pereira, José Tomas de Albuquerque, Lacy Nogueira, Luiz Gualberto, Manuel Ferreira de Andrade, Dom Moisés Coelho, Miguel Vasconcelos de Arruda, Nazareth Lopes Ferreira, Otacílio Dantas Cartaxo, Rivaldo Santana, Rosilda Cartaxo, Vicente Freitas, Vitória Bezerra e Zacarias Rolim de Moura.

Notícias relacionadas:

Paraíba
Política
Paraíba