Família pede ajuda para cuidar de criança com calazar, em Serra Grande

Por:

Vítima foi internada esta semana no HU em Campina Grande.

Foi confirmado esta semana um caso de Leishmaniose visceral, mais conhecida como calazar humano, na cidade de Serra Grande, no Alto Sertão da Paraíba.

A vítima, que terá seu nome preservado, é uma criança de apenas três anos de idade, filha de um casal que reside no conjunto habitacional, Severino Nunes. No início da semana, a menina deu entrada no Hospital Universitário (HU) de Campina Grande para iniciar o tratamento.

Solidários com a situação dos pais, que não têm condições financeiras para cuidar da filha, um grupo de amigos decidiu pedir ajudar ao Radar Sertanejo para lançar uma campanha beneficente para ajudar a família, neste momento difícil.

O calazar é transmitido pelo mosquito-palha ou birigui, que passa um protozoário para a corrente sanguínea. O parasita percorre o corpo do hospedeiro e atinge o fígado, o baço, a até a medula óssea. Se não tratada a leishmaniose visceral (nome científico da doença) pode até matar.

Ajude, faça sua doação na conta disponível no cartão abaixo:

Conta para as pessoas que queiram ajudar a família.

Radar Sertanejo

Notícias relacionadas:

Política
Paraíba
Policial