Assembleia adotará detector de metal para vetar uso de arma em plenário

Por:

Presidente anunciou na manhã desta terça-feira (14).

Uma medida anunciada pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), vem de encontro ao decreto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que amplia o porte de armas para várias categorias, entre eles parlamentares.

É que Galdino anunciou na manhã desta terça-feira (14), que será instalado um detector de metais para controlar a entrada do público pela porta principal da Casa, além da proibição dos parlamentares estarem armados dentro do plenário da Casa.

O deputado estadual Wallber Virgolino (Patriotas), que é delegado de carreira, rebateu a proibição e alegou que seu porte é assegurado por uma lei federal e que não será o regimento interno que irá cobri-lo.

“Sou delegado de polícia meu porte de arma é uma lei federal, e não vai ser o regimento interno que vai cobrir ou vai apagar essa autorização que eu tenho. Tenho vários inimigos, conquistei esses inimigos lutando pela sociedade e não vou abrir mão desse meu direito” disse.

Adriano por sua vez ressaltou que não há motivos para que parlamentares usem algum tipo de armamento nas dependências da Casa e ressaltou que casos como o de Virgolino são exceções.

“A gente sabe que tem deputados com essa necessidade, porque possuem inimigos, mas foi uma questão combinada com todos”, declarou.

PB Agora

Notícias relacionadas:

Brasil
Cidades
Paraíba