Juazeiro, Crato e Barbalha realiza Semana cultural em homenagem ao poeta piranhense Pedro Bandeira

Por:
Semana cultural em homenagem ao poeta Pedro Bandeira começa nesta quarta

Semana cultural em homenagem ao poeta Pedro Bandeira.

O repentista paraibano natural de São José de Piranhas, Pedro Bandeira, conhecido como o “príncipe” dos poetas populares, será homenageado em evento que comemora seus 81 anos de vida. Em quatro dias de muita cantoria, poesia e literatura, o cantor será celebrado com programações que iniciaram nesta quarta-feira (1º), em Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha e vão até o sábado (4).

Com todo o seu histórico de vida dedicada a arte e a música popular, A II Semana Cultural Poeta Pedro Bandeira irá reunir convidados e palestrantes em momentos de cantoria, rodas de conversa, literatura de Cordel e Xilogravura, momentos marcantes no rádio, cinema e televisão, além de homenagens ao cantor e repentista.

A abertura oficial do evento, em que celebra o aniversário de Pedro Bandeira, ocorreu nesta quarta-feira (1), a partir das 18h no Memorial Padre Cícero, em Juazeiro. Confira programação aqui.

Pedro Bandeira

Nascido no Sítio Riacho da Boa Vista, município de São José de Piranhas, bandeira iniciou o seu ofício aos 17 anos, no dia 1º de maio de 1955, sendo também um poeta de grande reconhecimento. Em 2018, completa 63 anos em que exerce, diariamente, o ofício de poeta e cantador sete dias por semana, 365 dias por ano, impregnado em divulgar o Cariri Cearense, o Juazeiro e o Padre Cícero, a cultura, a história, os valores humanos, artísticos, administrativos e políticos da região, ao ponto de tornar-se, internacionalmente, conhecido pelo nome artístico Poeta Pedro Bandeira do Juazeiro.

Cantador profissional, cordelista e escritor, autor de mais de mil folhetos e centenas de poemas, com livros publicados e e muitos LPs e CDs gravados, Bandeira é um dos artistas mais condecorados e lembrados quando se trata da cultura popular regional em todo o Nordeste, além de ser voz marcante no rádio e na TV. O poeta ainda é licenciado em Letras Clássicas pela antiga Faculdade de Filosofia do Crato, hoje Universidade Regional do Cariri (URCA), bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Crato, integrada a URCA, e bacharel em Teologia pela Universidade Vale do Acaraú (UVA).

Pedro Bandeira é autor de centenas de músicas, entre elas a peça “Graça Alcançada”, que veio a ser gravada por mais de 20 intérpretes e pode ser considerada o hino dos romeiros e das romarias em Juazeiro do Norte. Além de renomado expoente de uma geração de cantadores, Pedro Bandeira veio a destacar-se também na Literatura de Cordel, com mais de uma centena de títulos publicados e ilustrados pelos principais xilógrafos cearenses.Escreveu ainda 14 livros, entre eles “Matuto do Pé Rachado” e “O Sertão e a Viola”.

Por George Wilson
Do site badalo

Notícias relacionadas:

Cultura
Cultura
Paraíba