Presidente Bolsonaro é esperado na Paraíba para anunciar benefícios

Por:

Embora até agora não tenha havido qualquer confirmação oficial, por parte do Palácio do Planalto ou de autoridades paraibanas, há uma expectativa de que o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que está completando cem dias de governo, anuncie amanhã em Campina Grande o pagamento do décimo terceiro salário aos beneficiários do programa Bolsa Família. A despeito de estar ocorrendo uma disputa de poder interno no PSL da Paraíba, com o deputado federal Julian Lemos ameaçando expulsar o deputado estadual Moacir Rodrigues, irmão do prefeito de Campina, Romero Rodrigues, do PSDB, Bolsonaro teria mantido o propósito de escolher Campina como primeiro destino, no Nordeste, de viagens que pretende encetar pelo país para publicizar suas ações e massificar a necessidade da reforma da Previdência.

Todos os Estados do Nordeste são governados por adversários do presidente, agrupando gestores filiados ao PT, PSB, PCdoB e PSD. A Paraíba, mesmo, é administrada pelo socialista João Azevêdo, que apoiou a candidatura de Fernando Haddad, do PT, no pleito de 2018, acompanhando o posicionamento do então governador Ricardo Coutinho, atual presidente da Fundação João Mangabeira, órgão de estudos da agremiação socialista. Campina Grande, tida como a segunda maior cidade da Paraíba, é governada por um tucano que foi eleitor de Bolsonaro no segundo turno da campanha presidencial e onde, contra a corrente regional receptiva ao PT, vitoriou com 56,3% dos votos válidos.

O prefeito Romero Rodrigues, que é ligado politicamente ao ex-senador Cássio Cunha Lima, derrotado no último pleito quando tentou se reeleger, está em tratativas para abandonar o PSDB, migrando para outro partido, mas já descartou o ingresso no PSL, talvez por conta das divergências que explodiram com o choque entre Julian Lemos, que foi coordenador da campanha de Bolsonaro no Nordeste e o deputado estadual Moacir, irmão do alcaide da Rainha da Borborema. Versões divulgadas dão conta de que em Campina Grande Bolsonaro visitaria o Centro de Testes de Tecnologias de Dessalinização, ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, que vai buscar soluções eficientes e a baixo custo para o problema de falta de água em toda a região. Mas a expectativa maior, como anotou a colunista Lena Guimarães, do Correio da Paraíba, estará no cumprimento de outra promessa de campanha: o anúncio do novo Bolsa Família com décimo terceiro salário já a partir deste ano, entre outras novidades que visam a atender os nordestinos de baixa renda que temiam perder esse benefício com a derrota do PT. Oficialmente, Bolsonaro foi convidado por Romero Rodrigues para a solenidade de entrega de 4.100 casas do conjunto Aluízio Campos, em Campina Grande. Mas não se descarta alteração no roteiro.

.

Nonato Guedes/os guedes

Notícias relacionadas:

Paraíba
Política
Cidades