Delegado revela acusados de matar jovens de forma brutal em Cajazeiras

Por:

As vítimas Marquinhos e Fernando

O delegado Glauber Fontes, da Polícia Civil revelou nesta sexta-feira (02), em Cajazeiras, os dois suspeitos de serem os autores dos dois homicídios de jovens que foram mortos com requintes de crueldade na cidade está semana.

Delegado da Polícia Civil, Glauber Fontes.

Após as prisões e a apreensão, o trio confessou ao delegado Glauber os assassinatos de Fernando Bonifácio Santos, 24 anos, e Marcos Vinicius Barbosa (Marquinhos), de 16 anos. As prisões e apreensão foram resultado de uma ação conjunta entre as polícias Civil e Militar.

Os suspeitos confessaram que os crimes praticados foram motivados por vingança, já que um deles foi vítima de uma tentativa de homicídio com arma de fogo no ano passado.

Polícia acredita que essa ocorrência tenha sido por disputa de território por vendas de drogas, em ato de vingança de um dos suspeitos contra os dois jovens.

O delegado relatou que o menor era quem atraía as vítimas para os locais dos crimes convidando-as para fumar maconha.

Entenda

Fernando Bonifácio Santos, 24 anos, teve seu corpo encontrado na manhã da última terça-feira (27), dentro de um riacho na zona rural de Cajazeiras. Já o corpo do adolescente Marcos Vinicius Barbosa, conhecido como Marquinhos, de 16 anos, foi encontrado na quarta-feira (28) em uma cova rasa no sítio Riacho da Lagoa, na zona rural também de Cajazeiras. Ele estava nu, com cordas amarradas aos pés e com marcas de hematomas.

Por Radar Sertanejo

Notícias relacionadas:

Cidades
Paraíba
Política