Casos de dengue e chikungunya aumentam em São José de Piranhas

Por:

O número de casos de dengue e suspeitos de chikungunya aumentaram no mês de maio, em São José de Piranhas, segundo relatos de enfermeiros e agentes de saúde do município. Os maiores índices foram de pessoas dos sítios Mangação, Caldeirão e distrito de Boa Vista. Mas vários casos também foram registrados na cidade.

Conforme relatos de farmacêuticos, ao portal Radar Sertanejo, chegou a faltar medicamento usado para o tratamento da dengue em algumas farmácias da cidade, devido à grande procura.

Embora o município esteja com o clima seco e pouca chuva, o perigo ainda é constante. Mesmo com o trabalho vigilante dos agentes de endemias, o período ainda é propício para a maior incidência do mosquito Aedes aegypti.

Segundo os profissionais de saúde, os sinais clínicos causados por esses vírus causadores da zika, dengue e chikungunya tem muitas coisas comuns. São também muito parecidos.  São eles: febre, dores de cabeça, dores nas articulações, enjoo e exantema (rash cutâneo ou manchas vermelhas pelo corpo). No entanto, existem alguns sintomas marcantes que as diferem.

Por Dida Gonçalves
Radar Sertanejo

Notícias relacionadas:

Policial
Política
Cidades