Gilberto sai em defesa do padre Chico Mendes

Por:

O ex-administrador da Paróquia de Monte Horebe, Gilberto Lisboa, saiu em defesa do Padre Chico Mendes solidarizando-se com o pároco de Monte Horebe e Bonito de Santa Fé. Em nota, Gilberto publica uma resposta à publicação prestada pela fundadora da APAS (Associação de Proteção aos Animais), da cidade de Sousa, Cícera Araújo, feita ao site Diário do Sertão da cidade de Cajazeiras, sobre uma cadela bastante estimada na cidade serrana.

Leia abaixo o comentário de Gilberto, a quem creditamos total responsabilidade pela publicação. Sem querer entrar no mérito da questão, o Radar Sertanejo isenta-se de quaisquer responsabilidades ou comentários a respeito do assunto.

Estou com você padre Mendes!

GilbertoCícera Araújo, não lhe conheço pessoalmente mas, lendo sua publicação que se diz ser em defesa dos animais fiquei tentando imaginar que maturidade e habilidades você tem para tal papel. Que me desculpe a franqueza, uma pessoa que não sabe tratar e respeitar as pessoas que são imensamente mais valiosas para Deus por ser o ser humano Imagem e semelhança Dele, jamais poderia ser encarregada de defender os animais, ora, se não sabes respeitar as pessoas, como respeitarás os animais?. Sei que os animais não podem ser desprezados, nem tampouco sacrificados brutalmente. Mas antes de você destilar tanto ódio, tantas palavras fúteis, intempestivas, maldosas, difamatórias, injuriosas, caluniosas, desumanas contra o Padre Mendes, você teve o cuidado de averiguar a veracidade, o teor de tal matéria a qual deu embasamento ao seu desabafo insano?

Você conhece o Padre Mendes para saber se realmente ele condiz com essas desqualificações, descabidas, indevidas, inadequadas e totalmente equivocadas da sua parte? Você estava na Missa ou presenciou ele se pronunciar em relação a cadelinha Alaíde? Olha imagine você ou qualquer outra pessoa que seja, ou empresário, ou gerente de estabelecimentos comerciais, ou pastores ou padres ou presidentes de associações, sindicatos e outros. Se de repente isso se transferisse de cenário. Se ao invés de ter sido na Igreja Matriz de Monte Horebe, tivesse sido na sua casa, ou nas nossas casas? o que você faria, como você reagiria? as pessoas chegando, vindo lhe visitar, ou procurando seu estabelecimento para comprar os produtos e bens e se de repente as pessoas não se sentissem a vontade naquele ambiente por tal situação, em se tratando de um animal, que pode ser levado para outro espaço, adequado, e próprio para ele, sem ser maltratado, desprezado nem tampouco sacrificado. Você mandaria que todo mundo se retirasse de sua casa, de sua empresa, de sua loja, de seu estabelecimento comercial fazendo preferencia incondicionalmente por aquele animalzinho que não é seu, que simplesmente gosta dali e que se habituou a ficar ali, como também pode se habituar em qualquer outro lugar?

Agora imagine tudo isso ainda com um agravante, de ser um animal que possivelmente esteja infectado por alguma doença transmissível? E ali, na Igreja tem pessoas, vidas de jovens, adultos, idosos e crianças, quando uma só vida humana vale bem mais do que a de um animal, na hierarquia axiológica. Eu duvidava que você ou qualquer outra pessoa defensora dos animais se colocasse a favor de um animal doente quando estivesse em jogo a saúde de um filho ou filha.

Olha Cícera, se redima, se ajoelhe e peça perdão a Deus e ao Padre Mendes por este ato impensado que você cometeu. Por que tenho plena certeza de que mais do que você Padre Mendes quer o bem dessa cadelinha e de todos os animais, mas isso não significa que ele deva deixar a saúde e a vida das crianças e das pessoas de sua comunidade corra um grande risco em nome de falso protecionismo dos animais.

Você com suas palavras tempestivas e venenosas está “dilacerando o coração de uma pessoa, de um servo de Deus e não só dele, mas agredindo também e causando mal estar e constrangimento no coração da família de sangue e da família de fé que são as comunidades dele. E de sobra você não está ajudando em nada na proteção dos animais, nem tão pouco a cadelinha Alaíde em questão.

Olha você está errada ao tratar o Padre Francisco Mendes dessa forma. Sabe por que você sabe que está errada? porque você não o conhece, porque você não conhece a história de perto nem como se deu e nem o que realmente é verdade e o que é fantasia. E todos que conhecem o Padre Francisco Mendes creio que estão estarrecidos, revoltados com você.

Você cometeu grandes besteiras nessa sua postagem indigna de ser lida e de ser publicada. Você cometeu muitos crimes e o pior deles foi denegrir a imagem de um homem bom, de um servo de Deus a serviço do povo, da natureza, da sociedade e do Reino de Deus. Outro crime, é a tentativa de colocar o povo contra o Padre, mas o máximo que você vai conseguir é despertar a antipatia e a inimizade de muita gente e o repúdio de todos. E espero também que sua exclusão da Apas (Associação de proteção aos animais) da cidade de Sousa.

A menos que você reconheça sua grande besteira e se retrate também nas redes sociais e peça desculpas ao Padre Mendes e a todos os seus familiares, paroquianos, amigos e conhecidos. E que ele seja grandemente no amor de Deus para poder e saber te perdoar. é o que eu desejo.

E QUE MONTE HOREBE E BONITO FIQUEM EM PAZ COM O SEU PADRE. HOMEM HUMILDE, SIMPLES E BOM. PROTETOR SIM DOS ANIMAIS E ACIMA DE TUDO DE PESSOAS HUMANAS CRIADAS A IMAGEM E SEMELHANÇA DE DEUS, VOCACIONADAS AO CÉU.

JOSÉ GILBERTO LISBOA

Notícias relacionadas:

Paraíba
Policial
Política