Após morrer engasgado, menino é sepultado dia das crianças no Alto Sertão

Por:

caiana okUm menino de apenas três meses, Samuel Cardoso dos Santos, morreu por uma causa inusitada na madrugada desse domingo, 11, e comoveu a cidade de São José de Caiana. A criança faleceu em casa supostamente por uma asfixia, depois de ser amamentada, mas esta informação ainda não foi oficialmente confirmada.

O laudo do núcleo de medicina legal ainda não foi concluído, mas tudo leva a crer que a criança sofreu uma asfixia mecânica provocada por alimento, ou seja, na linguagem popular, um engasgo, problema que pode ter sido causado pelo refluxo do leite materno após a ingestão.

Foi uma morte rápida e a mãe, Liliane Cardoso da Silva, não percebeu a parada respiratória do bebê. Quando o pai, Francisco Geremias dos Santos, que trabalha em uma churrascaria da cidade, chegou em casa, já encontrou o menino sem vida, segundo parentes. Era o primeiro filho do casal, que reside em uma rua projetada na saída para Serra Grande e está em choque emocional.

Como o médico plantonista do hospital de Itaporanga não quis atestar o óbito em função da criança ter morrido fora do ambiente hospitalar, o delegado José Pereira encaminhou o corpo para exame cadavérico em Patos, onde a causa da morte está sendo apurada. O sepultamento do recém-nascido ocorre nesta segunda-feira, 12 de outubro, um Dia da Criança triste para a cidade caianense.

Com Folha do Vali

Notícias relacionadas:

Paraíba
Paraíba
Cidades