Há 150 dias sem dinheiro, servidores de Carrapateira vão se ajoelhar aos pés de promotora

Por:

Depois de descumprir o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) formalizado com o Ministério Público, desde o dia 17 de setembro, a Prefeitura de Carrapateira  conseguiu a desconfiança de fornecedores, servidores municipais e prestadores de serviços.

Pela segunda vez,  em pouco mais de dois meses,  os funcionários públicos de Carrapateira disseram na tarde desta terça-feira (11), que vão voltar ao Ministério Público e pedir à justiça que obrigue o prefeito carrapateirense a pagar os cinco meses de salários atrasados com o funcionalismo.

Desta vez alguns servidores prometem se posicionar de forma diferente quando estiver em audiência com a promotora, Fabiana Mueller. Um dos funcionários disse que vai se ajoelhar aos pés da promotora para tentar sensibilizá-la da situação. “Estamos nos organizando e,  esta semana,  iremos nos ajoelhar aos pés da promotora e pedir a ela justiça sobre os nossos cinco meses de salários atrasados aqui em Carrapateira.  É triste que cheguemos a este ponto.” Disse,  Damião-Um dos servidores da prefeitura.

Além de não receberem seus salários há 150 dias, os funcionários também correm sérios riscos de ficarem sem o 13º. Que por lei é obrigação do empregador pagar até o dia 20 de dezembro.

Notícias relacionadas:

Brasil
Cotidiano
Paraíba