Presidente do Sousa recebe cobranças de bandeirinha

Por:

Na partida deste sábado (9),  entre CSP e Sousa, no Almeidão, onde o time pessoense aplicou uma goleada de 7 a 0 no clube sertanejo, uma declaração do treinador sousense, Pióca, repercutiu bastante nos bastidores do estádio.

Segundo o comandante sousense, um dos assistentes, Linaldo Baracho, rebateu acusações de contestação de um pênalti com uma agressão moral ao presidente, que não estava presente no jogo.

Pióca disse que Baracho acusou Aldeone Abrantes de ter débitos junto a ele. As declarações do bandeirinha deixam suspeitas no futebol, já que segundo Pióca,  Baracho não é comerciante e por isso, a presidência do Sousa vai entrar na justiça contara o Bandeirinha pedindo explicações.  

 

Notícias relacionadas:

Paraíba
Policial
Política