Quem muito falar pode não lembrar de fazer tudo

"

-->

PitaGostaria de pedir licença aos meios públicos, e ao mesmo tempo tanto faz me conceder a autorização como não. Sou um cidadão livre e independente, graças a Deus, pela pouca sorte que tenho no setor de consegui empregos e benefícios, se dependesse de político eu estava mecônio a mercê de necessidades financeiras, e até mesmo sobreviver o básico da vida. Depois dessa breve introdução, vou apresenta o meu ponto de vista, mas entendo também, que deverá aborrecer os meios púbicos administrativos, bem como a oposição de nossa amada São José de Piranhas, não estou sendo mal educado, mas para mim pouco importa que gostem ou não gostem do que vou falar.

Para iniciar quero fazer esta observação, direciono-me a oposição piranhense, onde uma boa parte pensa: “Quanto pior melhor”. São pessoas de cabeça leve que visam os seus interesses próprios, são aquelas pessoas que já participaram de duas administrações no passado ou pretendem se engajar na próxima, e sei muito bem como estes opositores de hoje se comportaram quando estavam no poder.

Com relação a nova administração do prefeito Chico Mendes, se  eu não estiver enganado, ele gosta muito de falar na imprensa, mostra seus projetos de trabalho, apresenta algumas ações já realizadas, mas fala muito e eu tenho talvez uma certa superstição, pessoas que falam demais em rádio ou outros meios públicos e sociais podem se perder na estrada, Chico precisa faz mais do que aparecer falando, isso pode perturbar e até perder boa parte da credibilidade. Posso está errado, mas este é o meu humilde ponto de vista.

O prefeito Chico Mendes já nomeou vários concursados, não é nada mais nada menos do que a sua obrigação, está cumprindo a lei. A ideia de não ter funcionários contratados é muito boa, mas será que o prefeito Chico Mendes vai continuar firme nesta posição até quando? Contratação por excepcional interesse público até agora ninguém, cargos comissionados somente os necessários. Funcionários que moravam em outras cidades, estados e fora do Brasil mesmo efetivo e concursados, segunda uma fonte, já foram notificados, “ou volta aos postos de trabalho ou serão demitidos”. São estas ações que eu considero corretas, mas vem de novo a pergunta: até quando? Deixemos o tempo responder.

Algumas ordens que são dadas por Chico Mendes têm sido descumpridas, exemplo: a ordem do gestor é abastecer as caixas de água duas vezes por dia, não percebo de quem a ordem, mas algumas destas caixas são abastecidas apenas uma vez por dia.

Recentemente o prefeito nomeou vários profissionais da saúde, esperamos que a policlínica e os postos de saúde passem a ter atendimentos diários, até por que ninguém marca o dia de adoecer, esperamos que os senhores médicos, enfermeiras e demais profissionais da saúde, atendam diariamente. Esperamos que os senhores médicos não limitem o número de atendimentos ao público como já aconteceu em épocas passadas.

Quanto ao hospital, devo lembrar, não pertencem à prefeitura, membros da oposição por desconhecer este fato ou tentar colocar o povo contra o prefeito, faz cobrança do gestor em relação ao hospital, ele pode até encontrar uma forma de levar verbas para a fundação hospitalar, mas também corre o risco de ser penalizado na justiça e no tribunal de cantos do estado.

Vocês da oposição precisando falar com os seus deputados federais e senadores para conseguir verbas para o nosso hospital. Os deputados podem, façam isso, tentem conseguir verbas federais e fiscalizem a aplicação. Não queiram aparecer somente de dois e dois anos para pedir votos para seus deputados e senadores, vem depois de dois anos para disputar as eleições municipais. Apareçam sempre, ajudem a administrar dando ideias e contribuindo de forma real, e não só criticando muitas vezes de forma errada somente para mostrar que estão atentos ao poder público, contribuam de forma independente, isso vocês podem.  Repito, não deixem para aparecer somente de dois em dois anos. O povão piranhense é inteligente e pode se cansar de vocês.

Nada mais nada menos, mas estou atento aos fatos usando o mesmo peso e a mesma medida por todos. Se Deus quiser, vou sempre está à disposição do povo mesmo sem mandato, coisa que nunca pretendo exercer, por que não combina com minha forma de ser. Como Deus me concedeu a virtude e o dom de escrever os fatos, estarem sempre defendendo aquelas que necessitam de espaços para se defender. Meu obrigado meu Deus por me colocar como seu instrumento de defesa do povo. Amém.

Francisco Inácio de Lima Pita

Francisco Inácio de Lima Pita

Francisco Inácio de Lima Pita

Pita é Radialista e Professor Licenciado em Ciências e Biologia pela UFPB e UFCG respectivamente. Atualmente é professor da rede estadual de ensino. Participa todos os sábados de programa informativo na Rádio Terra Nova FM, 88,7 MHz.
pita.sjp@ig.com.br