Pouca empolgação do povo brasileiro pela copa e eleições

Pita

Colunista, Francisco Inácio de Lima Pita | Colunista

A empolgação do povo está bastante acentuada nos últimos anos, estou me referindo à copa do mundo e as eleições 2018. Em 2010 a animação era bem maior, em 2014 até a derrota escandalosa do Brasil para Alemanha, deixando torcedores brasileiros até a pensar que houve sabotagem, as dúvidas ainda não saíram da mente de muitos brasileiros, agora com a derrota do Brasil para a Bélgica, o que pensar sobre o futebol brasileiro?

Sobre a crise na economia do Brasil, eu tenho dúvida, mas os principais responsáveis somos nós que escolhemos e que os mandamos para Brasília através do voto. Refiro-me aos atuantes atores do congresso e câmara dos deputados, que herdam sem o nosso consentimento mais de 80% dos tributos pagos pelos brasileiros, esses recursos são retirados à força dos contribuintes brasileiros. Este dinheiro deveria vir em benefícios para a população de menor poder aquisitivo, mas os maiores beneficiados são os nossos representantes da enganação. É bem visto que poucos legisladores e administradores brasileiros têm nos representados de forma correta.

Ano de copa do mundo e de eleição

Outro fato que vem deixando o povo brasileiro de forma geral sem ânimo e tendo muito que pensar, são as próximas eleições, onde o eleitor brasileiro vai escolher o presidente da República, senadores, governadores, deputados federais e estaduais, a maioria dos bissextos que só aparecem de quatro em quatro anos. As informações que nos chega dão conta de que, a maioria dos pré-candidatos está sendo mal recebidos pelo povo em quase todas as regiões, alguns deles são insultados de forma escandalosa pelas comunidades urbanas e rurais.

Os proponentes a nos representar a partir de janeiro de 2019, tanto em Brasília como aqui na Paraíba, aparecem agora disfarçados de bonzinhos, e o povo precisa ter cuidado, por que a maioria dos prefeitos e vereadores receberam apoios financeiros dos concorrentes aos cargos de deputados, senadores e governadores para enganar mais uma vez o eleitor mal informado e desprovido de recursos financeiros, situação criada pelos próprios legisladores e administradores, que não cumpri o seu papel. Resta saber se o povo mais uma vez vai na conversa dos nossos representantes locais. Nem todos os emissários, principalmente prefeitos e vereadores em especial da Paraíba, tem correspondido às expectativas do povo e cumprido parte das promessas assumidas na campanha. A maioria dos prefeitos de nossa região não passa de um traste usurpador dos recursos públicos, se beneficiam e divide a parte com seus apadrinhados.

Cabe ao eleitor no dia 7 de outubro gozar do direito que lhe é assegurado por lei, escolher quem ele achar que melhor atenda a sua expectativa nas eleições deste ano. Ter certeza é difícil, por que a maioria diz uma coisa na campanha e faz diferente como assumi o poder, mas vamos ariscar a sorte. Quem sabe, é melhor escolher o que tem caráter hoje, do que apoiar um que já é suspeito de ficha suja e respondendo por improbidade. A responsabilidade da escolha é nossa, uma opção errada é mais quatro anos de sofrimento. Nunca esqueça que somente Deus e você, e ninguém mais ficará sabendo em que você votou. Não discuta com os representantes ou o próprio concorrente, mas se necessário, voto contra se você entender que este concorrente vai ser um mal representante. Se você é um prestador de serviço e for ameaçado, não se preocupe, fique calado e diga que vai votar, mas no dia da eleição vote em quem você achar que melhor vai lhe representar. Não é desonestidade agir assim, muito mais fraude praticam os políticos contra os nossos interesses no Brasil.

Francisco Inacio de Lima Pita

Francisco Inácio de Lima Pita

Francisco Inácio de Lima Pita

Pita é Radialista e Professor Licenciado em Ciências e Biologia pela UFPB e UFCG respectivamente. Atualmente é professor da rede estadual de ensino. Participa todos os sábados de programa informativo na Rádio Terra Nova FM, 88,7 MHz.
pita.sjp@ig.com.br