Sertanejo radicado na capital lança livro em sua terra natal; já atuou na Difusora de Cajazeiras

Por:

O Prof. Ms. Giovanny de Sousa Lima, radicado em João Pessoa, lançou na última terça-feira (12), durante as festividades do Padroeiro Santo Antônio, em sua terra natal, Bonito de Santa Fé, o livro: “Cultura de Paz no contexto escolar: uma abordagem político-pedagógica”. O local escolhido para o evento foi a Câmara Municipal.

A obra, editada pela Amazon e impresso em São Bernardino, Califórnia (EUA), é resultado de estudos, pesquisas e vivências do autor, que aborda a temática a partir da Pedagogia Progressista e da Educação em Direitos Humanos e para os Direitos Humanos. Assista a entrevista acima.

Composição da mesa: Chico Pereira (prefeito), Alderi Caju (ex-prefeita), Van do Viana (presidente da Câmara), Gil Neves (Coordenadora da FIP), Joelma Duarte (coordenadora da faculdade São Judas Tadeu), Taíse Aparecida (secretária de saúde) e o autor do livro Giovanny de Sousa.

Ao Radar Sertanejo, o autor disse que escolheu a cidade onde nasceu para fazer o lançamento do livro porque a considera “um pedacinho do céu encravada no Sertão do Nordeste brasileiro”. Ele adiantou que posteriormente vai materializar esse trabalho em outras cidades, como João Pessoa, Campina Grande e Cajazeiras.

Para o professor Giovanny, “a materialização da Cultura de Paz, historicamente, consubstancia-se como processo dinâmico, tanto no plano individual quanto no coletivo. Há uma essencial busca do ser humano em todas as sociedades pelo prazer, “felicidade” e realização, balizados pelo componente da paz. Tal fator é imprescindível para o desenvolvimento biopsicossocial de todos os indivíduos, para suas relações consigo mesmos, com os outros e com o mundo. Buscando a paz e praticando-a podem evoluir com a cultura e o entendimento social”.

O conteúdo deste novo livro edifica-se também pela apresentação de possibilidades efetivas e abrangentes de construção da Cultura de Paz nas escolas, contribuindo para processos de formação genuinamente conscientizadores, reflexivos-críticos, respeitadores da diversidade cultural e transformadores, criando as situações e condições, com os sujeitos envolvidos, para efetivação de suas autonomias, empoderamentos e exercícios da cidadania.

VEJA GALERIA DE FOTOS

Reconhecimento

Giovanny enalteceu o trabalho realizado pela gestão do prefeito Chico Pereira em políticas públicas na cidade. “Um trabalho autêntico, inovador, muito ético e que gradativamente vem respondendo as demandas principalmente das camadas populares”. Ele disse que pela primeira vez o município tem um gestor público comprometido com o patrimônio cultural de Bonito de Santa Fé e com apoio efetivo aos produtores culturais da terra.

Experiência no rádio

Giovanny de Sousa também é radialista, com marca registrada em um programa apresentado por ele na Rádio Tabajara, na capital paraibana, onde reside há mais de 40 anos. No Sertão ele já trabalhou na rádio Difusora AM da cidade de Cajazeiras.

Sobre o autor

Prof. Ms. Giovanny de Sousa, autor do o livro: “Cultura de Paz no contexto escolar: uma abordagem político-pedagógica”.

Giovanny de Sousa Lima, paraibano de Bonito de Santa Fé, nascido em 30/06/1958. É Mestre em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB); especialista em Educação em Direitos Humanos e para os Direitos Humanos, também pela UFPB; psicólogo educacional; pedagogo; professor do Ensino Médio e do Ensino Superior em instituições da rede privada de João Pessoa, nas últimas três décadas; e ex-professor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Antes de lançar “Cultura de Paz no contexto escolar”, Giovanny Lima publicou o livro de poesias “Grãos de Mostarda”, além de trabalhos em inúmeras antologias, tanto em verso quanto em prosa. Inclusive, foi um dos ganhadores do “Concurso Nacional Novos Poetas – Poetize 2012”, organizado pela Vivara Editora.

O lançamento da obra “Cultura de Paz no contexto escolar: uma abordagem político-pedagógica” está incluído na programação administrativa da Prefeitura Municipal na Festa de Santo Antônio em Bonito de Santa Fé.

Por Dida Gonçalves, do Radar Sertanejo
Com informações da Assessoria

Notícias relacionadas:

Policial
Cidades
Cidades