Polícia realiza operação no Sertão e prende sete pessoas suspeitas de homicídios e roubos

Por:

Uma ação integrada das Polícias Civil e Militar das cidades de Catolé do Rocha e Patos, no Sertão paraibano, prenderam, nesta sexta-feira (23), sete pessoas suspeitas de praticar crimes de homicídio e roubos nessas regiões. Entre os presos estão Geudo Pereira da Silva, 32 anos, e os irmãos Cândido Pereira da Silva Neto, 32 anos, e Adalberto Candido da Silva, 38 anos. Os três são suspeitos de envolvimento na morte do agricultor Roberto Júlio da Silva, 45 anos. O crime foi praticado no dia 4 de novembro do ano passado na cidade de Paulista, e o corpo da vítima foi deixado às margens de uma estrada na zona rural do município de Riacho dos Cavalos, também no Sertão da Paraíba.

O corpo do agricultor foi encontrado por um morador da área. Ele chamou a polícia e informou que a suspeita era de que o homem tinha cometido o suicídio porque estava com um barbante enrolado no pescoço, mas o exame realizado pelos peritos do Instituto de Polícia Científica da Paraíba (IPC) encontrou sinais de violência no corpo de Roberto, confirmando que ele tinha sido assassinado. Como nenhuma marca de luta foi encontrada no local, os peritos também concluíram que a vítima não tinha sido assassinada ali. Uma informação repassada aos policiais civis durante as investigações levaram a polícia ao local do crime, uma rua próxima a um bar na cidade de Paulista.

Na localidade os agentes de investigação descobriram que na noite do crime o agricultor bebeu com mais três homens e que foi assassinado quando estava indo para casa. A partir daí, os suspeitos foram identificados e passaram a ser procurados. Geudo foi preso na cidade de Paulista e os irmãos Cândido e Adalberto no bairro Belo Horizonte, na cidade de Patos. Os levantamentos policiais mostram que há três anos Adalberto teria matado a mãe asfixiada com um fio, o que chamou atenção da polícia. “Esta operação foi muito importante para garantir a tranquilidade nas localidades onde estes presos atuavam e vamos continuar realizando junto com a Polícia Militar outras ações de repressão ao crime”, falou o delegado seccional de Catolé do Rocha, Silvio Rabelo.

Já na cidade de Catolé do Rocha, os policiais civis e militares deram cumprimento a três mandados de prisão contra Marcelo Bezerra, 27 anos, José Roberto Silva, 28 anos, Hugo Silva, 23 anos, e Maria Bezerra, 58 anos. Eles são suspeitos de praticar vários crimes, entre eles, roubos e homicídios na região. Todos os presos serão apresentados na audiência de custódia.

Notícias relacionadas:

Paraíba
Paraíba
Policial